Obrigada pela sua visita. O blogue dailymodalisboa.blogspot.pt vai ser desativado em breve. Todos os conteúdos estão agora disponíveis no site www.modalisboa.pt, para onde vai ser redirecionado.


Thank you for your visit. Dailymodalisboa.blogspot.pt will be disabled soon. All contents are now available on the website www.modalisboa.pt, to which you will be redirected.






quinta-feira, 31 de julho de 2008

NOS BASTIDORES DA MODALISBOA | ESTORIL 30

video

Fonte: http://www.publico.pt/
Fotografia: Rui Gaudêncio
Texto: Sílvia Gonçalves

NIKEWOMEN LANÇA LIVRO "HERE I AM"

A Nike acredita que mais mulheres se deviam aperceber da importância da prática desportiva e do impacto positivo que ela pode ter nas suas vidas. Assim, em Fevereiro de 2008, a marca lançou na Europa a campanha de marketing Here I am, que visa estimular a participação feminina no desporto. A principal mensagem que pretende passar é que “as jovens que praticam desporto são mais fortes de corpo e de espírito”.

Como parte desta campanha, a Nike lança um livro de edição limitada, intitulado Athlete Book Here I Am. Trata-se de uma colectânea de histórias que enaltecem a confiança, a paixão e a força de vontade de mais de vinte conceituadas atletas internacionais do sexo feminino, como Maria Sharapova, Michelle Wie, Susanna Kallur e Vanessa Fernandes, incluindo também histórias de jovens talentos em ascensão como Perri Shakes-Drayton, Fabienne Nadarajah e Anouk Hoogendijk. Cada capítulo é composto por uma interpretação visual do caminho percorrido por cada atleta. As modalidades contempladas vão do ténis ao BTT, do futebol à dança, do hóquei ao judo.

“Acho que é preciso contar estas histórias porque há muitas jovens que pensam que a prática de desporto é uma actividade masculina — não uma coisa de meninas. Este livro poderá servir para estimulá-las. Espero que faça com que mais raparigas participem em actividades desportivas, ou que se tornem activas fazendo alguma coisa de que gostem, não só desporto. É agradável, sobretudo quando se alcançam os objectivos. O facto de me terem escolhido para contar a minha história é óptimo”, diz Perri Shakes-Drayton, uma das atletas presentes no livro.

O livro Here I am foi desenvolvido pela agência de publicidade Wieden+Kennedy Amsterdam, em colaboração com a equipa europeia de relações públicas da Nike. “Desde a paisagem em papel a três dimensões a ilustrações a partir de fotografias grafitadas, criámos uma colectânea ilustrada de histórias. Cada técnica é tão variada e única como a história de confiança que conta”, explica o director artístico da W+K Amsterdam.

O livro é exclusivo, tem edição limitada e não estará disponível para compra. Será oferecido a atletas e a pessoas com influência no meio cultural da Europa e de outros continentes. As mulheres interessadas em ganhar uma cópia deverão visitar a página www.nikewomen.com a partir de 1 de Setembro. O livro será também exposto em todas as lojas NikeWomen da Europa a partir do início de Setembro.


LOJAS TEMPORÁRIAS NIKE SPORTSWEAR

A Nike continua a surpreender com os seus projectos. Já apresentámos o livro Here I am, agora noticiamos a abertura de uma loja temporária Nike Sportswear em Paris, por ocasião da inauguração dos Jogos Olímpicos de Pequim. Baptizado “1924”, em referência ao ano dos Jogos Olímpicos de Paris, este novo espaço de 250 m2 situar-se-á num barco ancorado no cais Henri IV e estará aberto entre 8 de Agosto e 20 de Setembro para expor a colecção Nike Sportswear.

Para a ocasião, foram revisitados cinco produtos icónicos da marca. Os ténis Dunk foram reinterpretados pela designer Andréa Cruz. O DJ Pedro Winter costumizou o modelo Air Force 1, enquanto os Air Max 90 inspiraram o rapper Sefyu. O casaco Windrunner foi a estrela de um vídeo pop assinado por Jonas e François. Por fim, o designer português Felipe Oliveira Baptista reinterpretou a camisola com capuz AW77.

Os visitantes da loja poderão também descobrir as colecções Nike através dos sites nikeid.com e nikesportswear.com. A Nike Sportswear abrirá, em simultâneo, outras sete lojas temporárias em sete cidades europeias que já acolheram os Jogos Olímpicos: Londres, Moscovo, Roma, Berlim, Amesterdão, Barcelona e Estocolmo.

quarta-feira, 30 de julho de 2008

HELLO KITTY + TOKIDOKI

Tokidoki significa “às vezes” em japonês e é o nome da marca de lifestyle de inspiração nipónica criada em 2005 pelo jovem designer e ilustrador italiano Simone Legno.

O projecto começou com a criação de um pequeno site pessoal, uma espécie de diário, onde o artista mostrava regularmente os seus trabalhos sobre a cultura japonesa. Simone Legno expressou sempre uma grande admiração pela filosofia "tokidoki", que traduz a esperança, a força interior que todos possuímos, e que aguarda o momento certo para se revelar.

Em 2003, quando o seu trabalho já havia conquistado uma grande legião de fãs, Simone foi convidado pelo casal de empresários da empresa "Hard Candy Cosmetics", de Los Angeles, para criar merchandise "Tokidoki" e mostrar, assim, a sua arte ao mundo. Desde então, o projecto não parou de crescer e actualmente engloba uma colecção de roupa Tokidoki, uma linha de relógios, artigos de papelaria produzidos em parceria com a Dark Horse Comics, ténis e sapatos criados em colaboração com a Fornarina Shoes e uma linha limitada de maquilhagem desenvolvida com a Smashbox cosmetics.

Agora, a Tokidoki apresenta a sua interpretação da Hello Kitty , numa série de coloridos e atractivos artigos, que decerto farão as delícias das fãs da famosa gata japonesa. Alguns destes produtos estarão à venda em Portugal, em exclusivo nas lojas Sanrio, a partir de Outubro.



MELISSA + ZAHA HADID


Zaha Hadid já é conhecida no mundo da moda e o pavilhão de arte itinerante que desenhou recentemente para a casa Chanel é prova disso. Agora, a famosa arquitecta iraquiana traduz a sua noção de estrutura no design de calçado.

Zaha Hadid segue os passos de Vivienne Westwood, Judy Blame e Alexandre Herchcovitch, ao desenhar um par de sapatos para a marca brasileira Melissa. “Há trinta anos que pesquiso diferentes áreas do design e da arquitectura e este projecto é um verdadeiro desafio para mim, não só em termos de design, mas igualmente a nível técnico. Há uma grande sinergia entre nós. Trabalhei de perto com a Melissa para transformar a minha criação em realidade”, revelou a arquitecta.

Desta colaboração nasceu um novo sapato em plástico, "Melissa + Zaha Hadid”, que será lançado no dia 18 de Setembro, durante a Semana de Moda de Londres. “Melissa + Zaha Hadid” estará disponível em 8 cores, exclusivamente na famosa loja londrina, Dover Street Market, a partir de Setembro.

Um novo artigo must-have!

terça-feira, 29 de julho de 2008

CRISTIANO CORA EM NOVA IORQUE

Em Fevereiro passado, abriu em Nova Iorque o salão de cabeleireiro Cristiano Cora, desenhado pelo arquitecto Avi Oster, que se distingue pelo seu design orgânico, modernista e ambiente acolhedor.

O intuito do arquitecto foi criar uma nova ambiência, fazendo um balanço entre a arquitectura moderna e as necessidades de um salão de cabeleireiro. “O meu interesse está em encontrar uma nova essência ou um novo conceito num projecto, e em usar o minimalismo como uma ferramenta para expressar esse conceito. Gosto do desafio de encontrar soluções inteligentes. O objectivo foi criar um espaço que atraísse as mulheres, algo levemente curvo, depurado e elegante, e ao mesmo tempo confortável e transformável. Comecei a pensar no conceito de uma concha ou cave, uma forma básica protectora e confortável que envolvesse as pessoas”, explica.

A simplicidade do design do salão estimula o cliente a desfrutar da experiência da transformação. “Quis criar um espaço protector, purificado, confortável e relaxado”. O único material utilizado no projecto é feito de látex e fornece uma cobertura elástica que se pode usar para cobrir espaços amplos e criar uma espécie de pele. O espaço do salão é complementado por mobiliário de formas orgânicas desenhado pelo designer Ross Lovegrove, cujo trabalho se inspira essencialmente em formas da natureza.

Se planeia visitar Nova Iorque nos próximos meses, não deixe de passar pela 3 West 13th Street, para conhecer este apelativo novo espaço da cidade.

http://www.cristianocora.com/


MANGO COLABORA COM FUNDAÇÃO VICENTE FERRER

A marca Mango colabora, desde 2004, com a Fundação Vicente Ferrer, com o financiamento de diversas habitações e escolas.

Esta estação, a cadeia espanhola desenhou um colar gravado com as palavras MNG Spirit, que reflecte o seu compromisso com esta Instituição. A peça já está à venda em 960 lojas a nível internacional, incluindo 30 em Portugal, e comercializar-se-á até esgotar o stock. Os lucros destinam-se ao projecto “Mujer” (Mulher), lançado em 2007 pela Fundação Vicente Ferrer (FVF), com o intuito de ajudar as cerca de 50.000 mulheres das aldeias mais pobres da zona de Anantapur, na Índia. O objectivo é salientar a importância das mulheres como pilares fundamentais da sociedade e da economia familiar, assim como principais transmissoras de valores e costumes na Índia.

“Na Mango estamos muito orgulhosos por colaborar com o projecto da Fundação Vicente Ferrer para dar apoio ao desenvolvimento das mulheres de Anantapur e sentimo-nos muito comprometidos com esta causa”, afirma Ninona Vila, Directora de Relações Públicas da marca.

segunda-feira, 28 de julho de 2008

MIRIAM OCÁRIZ DESENHA COLECÇÃO PARA FOSCO

A criatividade de Miriam Ocáriz ultrapassa o Design de Moda. A célebre designer espanhola acaba de entrar no mundo dos acessórios, ao desenhar uma linha exclusiva de sapatos e malas para a marca Fosco, pertencente ao grupo francês Vivarte.

A colecção, que estará à venda em pontos de venda seleccionados da Fosco a partir de 26 de Setembro, compreende diferentes estilos de calçado de senhora, malas, cintos e algumas peças de bijutaria. As malas são sóbrias, enquanto os sapatos misturam texturas e tonalidades vintage.

Os nomes de mulher nunca tiveram tanto simbolismo como nesta colecção. “Antónia” sobe às alturas num altíssimo e original tacão; “Manuela”, mais funcional, atrai as atenções pela curiosa combinação de cores e materiais; “Felisa” e “Fernanda” surpreendem ao ombro com detalhes metálicos trabalhados sobre os melhores materiais, sem prescindir do elemento fetiche – o laço – que imprime feminilidade e elegância à colecção.

O resultado desta promissora união entre Miriam Ocáriz e a marca Fosco, que desde os seus começos em San Sebastián revolucionou o conceito de calçado, vai decerto agradar aos aficionados de acessórios de qualidade e distinção.

http://www.fosco.es/

http://www.miriamocariz.com/

sexta-feira, 25 de julho de 2008

VALENTIM QUARESMA VENCE ITS#ACCESSORIES

A agência de comunicação EVE, em colaboração com as marcas Diesel, YKK e Mini, organiza, desde 2002, o International Talent Support (ITS), uma plataforma criativa que visa apoiar jovens talentos das áreas do design de moda, design de acessórios e fotografia.

Nos passados dias 18 e 19 de Julho, a cidade italiana de Trieste tornou-se no centro da criatividade, com a ITS#Seven a anunciar a nova geração de talentos da ITS#Fashion, ITS#Accessories e ITS#Photo. O evento abriu na sexta-feira, dia 18, com a vernissage da ITS#Accessories e da ITS#Photo. No sábado, 19, os olhares voltaram-se para o desfile de moda.

Entre os vencedores nas várias categorias, encontra-se o designer de jóias português Valentim Quaresma, que foi distinguido pela ITS#Accessories (em parceira com a YKK) com o galardão "Accessories Collection of the Year". O designer recebeu um prémio de 10.000 euros, que lhe permitirá criar uma segunda colecção para a ITS#Eight.

Valentim Quaresma apresentou a colecção “Work in Progress”, baseada na fusão de elementos tecnológicos e mecânicos, mas simultaneamente seduzidos pela natureza. Em constante crescimento e mutação, sustentados pela composição mecânica, as jóias ganham vida e crescem a seu tempo tal como a Natureza. O ar enferrujado realça o contraste entre o passado e o futuro, atribuindo à colecção uma impressão pós-destrutiva. Por outro lado, a prata remete indubitavelmente para o futuro.

O júri responsável pela selecção dos vencedores da ITS#Accessories era composto por Umberto Bortoletto, designer na Ferragamo; Susanne Happle, vencedora da “Accessories Collection of the Year” ITS#Six, e Kei Kagami, designer de moda.

Parabéns Valentim!

CONCURSO UNIQLO UT

Para a Uniqlo, mais do que uma simples peça de roupa, uma t-shirt é uma forma de expressão. A cadeia de moda japonesa acaba de lançar a 5ª edição do concurso UT T-shirt Design Competition.

Como parte da sua iniciativa UT-Project, em que designers, artistas e fotógrafos de todo o mundo criam as suas obras em t-shirts de edição limitada, a marca japonesa dá, assim, a oportunidade aos jovens criativos de todo o mundo de se exprimirem. O mote do concurso é “As t-shirts são uma expressão de ti mesmo, pensa e expressa-te livremente” e os projectos deverão ser enviados até 21 de Setembro para a Uniqlo. O vencedor receberá 3 milhões de Yen japoneses, aproximadamente 20.000 euros.

Para qualquer jovem artista, o prémio Uniqlo UT representa uma excelente oportunidade para mostrar o seu trabalho. O ano passado, a empresa recebeu cerca de 14 000 propostas oriundas de 20 países, pelo que o processo de selecção se torna extremamente difícil. O júri deste ano é composto pelo director de arte Kashiwa Sato, o arquitecto Tadao Ando e o romancista Yayoi Kusama. No dia 1 de Outubro, será lançada uma webpage especial, onde serão apresentados os 1000 melhores projectos.

Mais informações em http://ut.uniqlo.com/uk/utgp

quarta-feira, 23 de julho de 2008

RENZO ROSSO ADQUIRE PARCELA MAIORITÁRIA DE VIKTOR & ROLF

Renzo Rosso, fundador da Diesel, converteu-se no accionista maioritário da casa Viktor & Rolf. O grupo Only the Brave, pertencente a Renzo Rosso - que agrupa firmas como Diesel, 55DSL, Neuf, Maison Martin Margiela, Sophia Kokosalaki e Staff International - injectará capital e proporcionará estabilidade económica à Viktor & Rolf, para que esta possa produzir as suas colecções de pronto-a-vestir e reforçar a sua cadeia de distribuição e comunicação.

“Trata-se de abrir um novo capítulo na história da V&R que nos permita construir a imagem da marca de um modo sólido e concentrar no design. Necessitávamos de um sócio forte capaz de tornar os nossos sonhos realidade. É como um matrimónio. Devemos assegurar-nos que encontramos o parceiro ideal. O que mais gostamos em Renzo Rosso é o seu carácter criativo, liberal e nada convencional”, declarou Rolf Snoeren ao jornal Women’s Wear Daily.

Viktor & Rolf celebram este ano 15 anos de carreira. Os designers holandeses, laureados pela ANDAM em 1994, impuseram os seus códigos – volumes oversized, jogos de sobreposições, peças do avesso e influências artísticas – nas semanas de moda parisienses, sob a forma de performances. Até 21 de Setembro, celebram o seu aniversário na Barbican Gallery de Londres, com a retrospectiva “The House of Viktor & Rolf”, que apresenta 54 bonecas vestidas com os looks mais marcantes das suas diferentes colecções. São 15 anos de moda em miniatura.

DESIGNERS DE MODA VESTEM FIGURAS DA COMMEDIA DELL’ARTE ITALIANA

Para celebrar o seu 260º aniversário, a fábrica de porcelana alemã, Nymphenburg, lançou uma edição limitada das suas famosas estatuetas Commedia Dell’Arte, originalmente criadas pelo escultor Franz Anton Bustelli, em 1760. Dezasseis designers de moda internacionalmente famosos, como Esteban Cortazar (director criativo da Emanuel Ungaro), Maurizio Galante, Christian Lacroix, Viktor & Rolf, Vivienne Westwood, entre outros, foram convidados a criar novas roupas para as suas figuras favoritas. A nova colecção Commedia Dell’Arte Couture Edition 2008 inclui uma edição limitada de 25 estatuetas de cada designer. A delicadeza dos vestidos pintados, as fisionomias e as expressões das figuras tornam-nas únicas.

No século XVIII, as estatuetas de porcelana a representar personagens da Commedia Dell'Arte (comédia italiana de improviso) eram extremamente populares. As várias personagens que constituíam a típica comédia italiana eram imediatamente reconhecidas pela audiência devido ao seu guarda-roupa, e os detalhes dessas peças de vestuário eram fielmente reproduzidos nas figuras de porcelana.

As estatuetas da Comédia dell’Arte foram produzidas por todas as grandes fábricas de porcelana alemãs, mas as da Nymphenburg eram as mais perfeitas. Por volta de 1760, o escultor Franz Anton Bustelli esculpiu dezasseis personagens da comédia, que lhe valeram a reputação de um dos melhores modeladores de porcelana do século XVIII. As figuras são representadas em poses extremamente elegantes e ligeiramente exageradas que sugerem movimentos de dança e ao mesmo tempo transmitem alguns aspectos da personalidade da personagem.

Franz Anton Bustelli inspirou-se na moda da sua época para vestir as suas criações originais. Agora, a Nymphenburg convida grandes designers de moda da actualidade para criar “novas roupas” para estas famosas figuras.

Cada designer traduziu a sua interpretação contemporânea das estatuetas de Bustelli, “vestindo-as” com o seu estilo característico. A colecção será acompanhada por um livro de edição limitada, da autoria do fotógrafo e artista Florian Böhm. Com mais de 1000 fotografias e texto do crítico de arte Ronald Jones, a publicação dedica-se ao significado cultural e estético da Commedia Dell’Arte e da edição Couture 2008.

terça-feira, 22 de julho de 2008

O GLAMOUROSO MUNDO DE JIMMY CHOO

A editora inglesa, Bloomsbury, vai lançar em 2009 um livro dedicado ao mundo de Jimmy Choo, intitulado “The towering World of Jimmy Choo: A glamourous story of power, profits and pursuit of the perfect shoe”.

Lauren Goldstein Crowe, editora de moda, e Sagra Maceira de Rosen, responsável pelo departamento de Luxury & Retail da empresa Reig Capital Group, uniram forças para criar um livro que visa mostrar os dois lados do mundo da moda: o glamour e o negócio, analisando-os com vigor e rigor.

A publicação contará a história de Tamara Mellon que passou de editora de acessórios da Vogue inglesa a proprietária da marca Jimmy Choo, transformando-a num ícone do século XXI.

“The towering World of Jimmy Choo” revelará os segredos desta bem sucedida marca de calçado de luxo, que actualmente concorre com grifes como Christian Louboutin ou Manolo Blahnik, desde a contratação de Robert Bensoussan como director executivo até a perspicácia de Tamara Mellon na arte das relações públicas ou o seu curioso acordo com a famosa série “Sex and The City”.

“The towering World of Jimmy Choo” pretende converter-se num best seller e numa referência no mundo da moda. O lançamento está agendado para Março de 2009.



JIMMY CHOO

Jimmy Choo fez história ao produzir sapatos sob encomenda no seu atelier no East End, em Londres. Em 1996, o artesão foi descoberto por Tamara Mellon, que comprou metade do seu negócio e apresentou os seus trabalhos às principais jornalistas de moda da Europa. O sucesso foi imediato. Pouco tempo depois, era inaugurada a primeira loja Jimmy Choo, em Knightsbridge. Seguiram-se mais quatro espaços na capital inglesa: New Bond Street, Draycott Avenue, Harvey Nichols e Selfridges. Em dez anos, Tamara Mellon transformou a marca Jimmy Choo num ícone de luxo mundial. O grande boom veio com a abertura da primeira loja americana, em Hollywood, e com a chegada da jovem Sandra Choi, actual designer da marca e ex-assistente de Choo, que passou a desenvolver colecções mais ousadas e jovens, sem esquecer a qualidade e o perfeccionismo concedidos por Jimmy Choo. O sucesso no mercado americano levou à inauguração de outras lojas em Nova Iorque, Las Vegas e Los Angeles. A marca chegou posteriormente a Madrid, Tóquio, Bangkok, Dubai e São Paulo. O sucesso consolidou-se com a inauguração de uma loja na sofisticada Avenue Montaigne, em Paris.

Os sapatos Jimmy Choo são descritos como jóias e atraem celebridades como Madonna, Cameron Diaz, Catherine Zeta-Jones e Sarah Jessica Parker. Os materiais são de primeira qualidade e há sandálias em seda, outras em pele de crocodilo, com detalhes surpreendentes como laços de veludo e fivelas de strass.

www.jimmychoo.com/


A T-SHIRT DO “KAISER DA MODA”

As fãs de Karl Lagerfeld têm agora uma excelente forma de lhe prestar homenagem. A marca que customiza t-shirts para a Urban Outfitters, Truly Madly Deeply, acaba de lançar uma t-shirt com uma divertida caricatura do designer. Como não poderia deixar de ser, o “Kaiser da moda” aparece retratado com os seus icónicos óculos de sol, luvas e leque.

A curiosa t-shirt está à venda nas lojas Urban Outfitters por cerca de 15 euros e promete converter-se num dos seus sucessos deste Verão.

sexta-feira, 18 de julho de 2008

A MULHER MARAVILHA DE DIANE VON FURSTENBERG

Diane Von Furstenberg vai lançar uma nova colecção no próximo Outono, inspirada na personagem da DC Comics, Wonder Woman (Mulher Maravilha).

A linha compreende vestidos, calçado e alguns acessórios em pele em cores vibrantes e inspirados nos símbolos pelos quais a super heroína é conhecida. Criada em colaboração com a Warner Bros e a DC Comics, esta mini colecção visa angariar fundos para a Vital Voices Global Partnership - organização não governamental, sem fins lucrativos, que promove e defende a participação das mulheres em cargos de chefia - e estará disponível nas lojas Diane Von Furstenberg a partir do mês de Outubro.

"A Wonder Woman é o símbolo da força, independência e liberdade feminina. Quando a Warner Bros me convidou para colaborar, pensei imediatamente que seria uma ideia divertida que iria reforçar a minha crença nas mulheres. A colecção vai inspirar cada mulher a ser a Mulher Maravilha que deseja ser”, afirmou a designer.



DIANE VON FURSTENBERG

Criadora do wrap-dress, Diane Von Furstenberg casou-se com um príncipe, recebeu o título de Princesa, mas deixou o castelo para se transformar em mito da moda. A designer belga naturalizada norte-americana é considerada umas das mais importantes criadoras de moda da década de 1970.

“Quero que as mulheres se sintam poderosas e atraentes. Se você é confiante, é bonita”, afirmou Diane, 61 anos, que se converteu em ícone de moda na década de 70, quando criou os famosos vestidos-envelope (wrap-dresses), que se tornaram uma febre nos Estados Unidos ao simbolizar a libertação feminina.

Diane escolheu a cidade de Nova Iorque para viver. Instalou-se num prédio inteiro no Meat Packing District, onde passou a funcionar a sua grife DFV. Depois de vender 5 milhões de wrap-dresses por semana e de ser capa do Wall Street Journal e da Newsweek, decidiu suspender o seu negócio devido a um processo de expansão mal planeado. Na década de 80, mudou-se para Paris e entrou para o ramo editorial. Só voltou ao mundo da moda em 1997. “Tenho muito orgulho do que fiz ainda muito jovem. Criei uma marca, mas perdi-a. Agora, voltei ao negócio com muito mais experiência”, relatou. Em 1998, publicou as suas memórias, "DIANE: A Signature Life". Em 2005, o Council of Fashion Designers of America (CFDA) distinguiu-a com o prémio carreira e em 2006 nomeou-a sua presidente.

Diane viaja pelo mundo em busca de inspiração. “Gosto de criar em cima da minha própria vida. Viajo muito, observo bastante e as minhas criações acabam por surgir desta aprendizagem”, afirma a designer.

quinta-feira, 17 de julho de 2008

HOMENAGEM A DORIAN LEIGH

A americana Dorian Leigh, considerada a primeira top model do mundo, morreu no passado dia 7 de Julho, na Virgínia, nos Estados Unidos, aos 91 anos.

Dorian Elizabeth Leigh Parker foi a modelo mais importante da década de 1940. A sua imagem escultural e aristocrática apareceu nas capas das mais importantes revistas de moda do mundo, como Vogue, Harper's Bazaar e Look.

Dorian Leigh trabalhou como modelo entre as décadas de 1940 e 1960, quando decidiu retirar-se para abrir a sua própria agência de modelos, em Paris. Durante essas duas décadas, vestiu as criações das maiores casas de Alta Costura do momento, posou para fotógrafos tão conceituados como Irving Penn e converteu-se na imagem da Revlon através da objectiva de Richard Avedon. Diz-se inclusivamente que serviu de inspiração ao seu amigo Truman Capote para a personagem Holly Golightly, interpretada por Audrey Hepburn no filme “Breakfast at Tifanny's”.

A sua vida pessoal foi tão preenchida como a profissional. Casou quatro vezes, teve cinco filhos, escreveu livros de cozinha e dirigiu vários restaurantes em França. Em 1980, publicou a sua autobiografia, “The Girl Who Had Everything”. Foi ela quem recomendou a sua irmã mais nova, a também mundialmente famosa Suzy Parker, à agência de modelos Ford, para a qual trabalhava. Em 1997, a fundadora dessa agência, Eileen Ford, afirmou em entrevista à revista The Free Lance-Star, que Leigh tinha sido "a melhor modelo do seu tempo".

KARL LAGERFELD INVESTE NA ILHA DA MODA NO DUBAI


Depois de Elie Saab e Christian Lacroix, chegou a vez de Karl Lagerfeld enveredar pela área da decoração. O director criativo da Chanel assinou um acordo com a Dubai Infinity Holding para desenhar os interiores de 80 imóveis de luxo na Isla Moda, a primeira ilha no mundo inteiramente dedicada à moda, que será criada no arquipélago artificial “The World”, no Dubai.

Na ilha serão construídas também lojas de Alta Costura, perfumarias, estúdios de design, áreas para eventos de moda, um hotel de luxo com cerca de 250 quartos e vilas temáticas desenhadas por designers internacionais. Outros quatro grandes nomes do mundo da moda deverão juntar-se a Karl Lagerfeld para dar a sua contribuição a este ambicioso projecto, que deverá ser estar concluído em 2015.

Segundo Karl Lagerfeld, o “Dubai tem tudo para se tornar o próximo centro mundial da moda”.

KEREN RICHTER DESENHA TÉNIS PARA VANS


A artista americana, Keren Richter, especializada em ilustração e pintura, acaba de lançar uma colecção de ténis femininos para a Vans. No passado, a conhecida marca de sneakers colaborou com os designers Marc Jacobs, Trovata, Loomstate e com a banda Iron Maiden. Agora optou por se associar a um criativo mais underground.

Keren Richter nasceu em São Francisco e mudou-se para Nova Iorque para estudar na Parsons School of Design. Tornou-se conhecida pelas suas ilustrações algo melancólicas inspiradas nos anos 60. Desenhou para a MTV, para a banda californiana Cold War Kids e para as revistas Nylon e Jane Magazine. O seu trabalho abrange ainda t-shirts e tote bags, estendendo-se agora também aos ténis. Coloridos e divertidos, os novos Vans vão, decerto, fazer as delícias das fãs da marca.

http://www.vans.com/girls/

quarta-feira, 16 de julho de 2008

ALEXANDRA MOURA APRESENTA LOJA TEMPORÁRIA

“Nómada” foi o nome escolhido por Alexandra Moura para o seu novo projecto. Trata-se de uma loja temporária, um espaço de cariz urbano que visa incentivar a cultura em diversas cidades do país, uma plataforma de promoção e divulgação de trabalhos de diferentes áreas do design nacional e de lançamento de novas tendências.

A primeira edição da guerrilha store terá lugar na Figueira da Foz, entre 18 de Julho e 17 de Agosto, e será acompanhada por iniciativas paralelas como o “Nómada Live Act” - com as actuações das bandas Coldfinger (18 de Julho) e X-Wife (19 de Julho) – e a festa de música electrónica, “Nómada Clubbing”, que se realizará no dia 9 de Agosto e contará com nomes como Magazino e Freshkitos.

Além das criações de Alexandra Moura, a loja exibirá também peças de: Ana Salazar, aforest-design, A Vida Portuguesa, António Carlos Soares, Boa Boca Gourmet, Audiolivros, Diana Dias, Dino Alves, La Maison de Lola, Hugo da Silva, Hoin, Tela Bags, Lomo, Sandra Guerreiro, Valentim Quaresma, entre outros.

Nesta iniciativa, Alexandra Moura conta com o apoio da SEAT. "Como marca dinâmica e inovadora, com uma forte aposta no design e no estilo de vida urbano, a SEAT não podia deixar de se associar a esta iniciativa inédita em Portugal".

http://www.nomadaalexandramoura.com/

A SEGUNDA DE QUATRO “DIESEL WALLS”

Em Maio passado, anunciámos o vencedor da primeira Diesel Wall, exibida na cidade de Zurique. Hoje apresentamos a segunda parede, em Manchester. O prémio foi atribuído ao fotógrafo Tim Hensel, cuja curiosa obra, “Suck”, adorna o icónico edifício Urbis. O trabalho de Hensel inspira-se em formas e estruturas naturais, explorando a interacção das pessoas com o meio natural e artificial. Segundo o fotógrafo, “a arte pública deve interagir com o meio ambiente e ao mesmo tempo ser uma conexão importante para os observadores”. Assim, a sua Diesel Wall resulta de um trabalho “com o edifício” e não “para o edifício”. “Quis introduzir algumas formas e processos orgânicos (como a respiração) em cada estrutura do edifício”, explica.

O júri para a parede de Manchester era constituído pelo designer gráfico Peter Saville; a Directora de Arte da revista Dazed & Confused, Francesca Gavin; o fundador e editor da revista i-D, Terry Jones; a Directora de Programas criativos do Urbis, Pollyama Clayton Stamn; e o Director Criativo da Diesel, Wilbert Das.

O projecto Diesel Wall continua, deste modo, a promover a arte em espaços públicos e a oferecer uma oportunidade única aos jovens criativos de todo o mundo para se exprimirem.

A marca Diesel prossegue a sua digressão deste ano, para chegar a outras duas grandes metrópoles: Nova Iorque e Barcelona. Porque “Bid Ideas Need Big Spaces”.

terça-feira, 15 de julho de 2008

MANGO APRESENTA NOVA COLECÇÃO “HE”

No próximo Outono/Inverno 08/09, a marca Mango vai voltar a apresentar a colecção masculina, “He by Mango”, cujo rosto é o modelo português Nuno Lopes. Retratado pela prestigiada dupla de fotógrafos Mert & Marcus, Nuno Lopes encarna fielmente o Homini Emerito, expressão latina que se esconde atrás do acrónimo He e que significa “homem que desfruta de uma recompensa graças aos seus méritos”.

Para a próxima estação fria, “He by Mango” propõe motivos múltiplos - losangos, entrelaçados, quadrados, riscas – e tecidos sofisticados, como o veludo. A colecção divide-se em duas linhas: Urbano, onde se misturam blazers, jeans, écharpes, sapatos planos e bolsas grandes em pele; e Greenforest que dá um ênfase especial aos pormenores em peças exteriores e cuja cor base é o verde. Trench-coats, casacos de algodão ou tricô grosso coordenam-se com calças de veludo, botas estilo bicker e bolsas em tela.

A colecção “He by Mango” chegou às lojas da Mango no passado mês de Março e, desde então, a marca tem apostado firmemente no público masculino, tendo inaugurado, no final de Maio, a primeira loja He na capital turca, Ancara.

Além da grande aposta da Mango em potenciar a sua presença no mercado da moda masculina, a marca continua a convergir para o conceito multimarca e encomendou ao reconhecido designer americano Adam Lippes duas novas colecções de edição limitada: uma de senhora e outra de homem, para as estações Primavera/Verão 09 e Outono/Inverno 09/10. Ambas serão compostas por 12 looks completos que estarão à venda em todos os países onde a Mango está presente.

ADIDAS ABRE LOJA EM PEQUIM


A China é actualmente um dos epicentros da moda. Com os Jogos Olímpicos a aproximarem-se, muitas marcas decidiram apresentar colecções exclusivas no mercado asiático. É o caso da Adidas, que acaba de inaugurar a sua primeira loja em Pequim. Neste projecto, a conhecida marca desportiva conta com a colaboração da artista asiática Dorothy Tang, reconhecida internacionalmente pelas suas colaborações com a marca de brinquedos Bearbrick e pelo seu estilo eclético.

Uma referência para os novos artistas contemporâneos chineses, Dorothy Tang criou uma série de pinturas originais para a nova loja Adidas. Nelas, a personagem Chubby Kid joga com diferentes produtos da marca, desde os emblemáticos ténis com as três listras até a uma bola de futebol.

Além das pinturas, a artista criou também uma colecção de móveis com peças clássicas de mobiliário francês, revogando a sua estética barroca com curiosas estampagens com o logótipo da Adidas.






sexta-feira, 11 de julho de 2008

LIBERTY OF LONDON ABRE CONCEPT STORE

A marca Liberty of London abriu a sua primeira concept store no nº 179 da Sloane Street, em Londres. Concebida pela directora criativa da marca, Tamara Salman, e desenhada pelos arquitectos parisienses Pierre Buecler e Jean-Christophe Poggioli, a loja de dois andares expõe as colecções de pronto-a-vestir de homem e senhora, assim como as linhas de acessórios, lenços, swimwear e joalharia da Liberty of London.

O novo espaço tira partido da arquitectura e herança da Liberty, combinando uma imagem de glamour exótico com detalhes sofisticados. Paredes em estuque branco e arcos dourados contrastam com o mobiliário em carvalho preto. O chão de pedra cinzenta é gravado com um motivo abstracto e os tectos e paredes são esculpidos a partir de moldes de arquivo de estampagens da Liberty, como o desenho floral ‘Chrystelle’, dando a impressão de um jardim celeste. Veados e pássaros medievais adornam as paredes e os arcos. As cabines de prova inspiram-se no Expresso Oriente, com assentos e cortinas de veludo vermelho.

Lançada em 2005, a Liberty of London é uma marca de acessórios de luxo, que se baseia na herança centenária da Liberty. As colecções reflectem o legado do fundador da loja, Arthur Liberty, mantendo o espírito de aventura criativa e experimentalismo. Inspirando-se nos arquivos da empresa, o estúdio de design colabora com os melhores fabricantes europeus, para garantir uma qualidade e um nível de trabalho manual normalmente associado apenas à Alta Costura. Além da colecção de pronto-a-vestir de homem e senhora, a marca inclui também malas, acessórios, lenços, artigos de escritório, joalharia, lingerie e artigos para a casa. Na nova loja da Sloane Street encontra-se tudo, desde lenços de caxemira a malas em pele de piton.

Hoje, a Liberty of London está presente em mais de 100 prestigiados armazéns e lojas multimarcas em todo o mundo.

EVA HERZIGOVA PROTAGONIZA NOVA CAMPANHA PUBLICITÁRIA LOUIS VUITTON

A supremacia das celebridades ao serviço das grandes casas de luxo chegou ao fim. Chanel, Dior e Louis Vuitton começaram a regressar às suas origens, recorrendo a modelos em vez de estrelas de cinema para protagonizar as suas campanhas publicitárias. O objectivo desta mudança é transmitir o conceito da colecção de um modo mais puro e sem distracções.

Eva Herzigova é o rosto da nova campanha da Louis Vuitton, fotografada por Mert Alas e Marcus Piggott. A modelo foi escolhida por Marc Jacobs, director criativo da casa francesa, por “possuir uma beleza escultural, perfeita para encarnar o tema gráfico e arquitectónico da colecção Outono/Inverno 08/09”. O designer americano afirmou: “Tal como no desfile, na campanha inspirámo-nos no imaginário dos anos 80 reinterpretados de uma forma extrema, quase futurista”. Mert Alas e Marcus Piggott montaram o cenário para a sessão fotográfica junto ao Unisphere, um globo de aço gigante localizado no parque Queens Flushing Meadows de Nova Iorque.

A colecção da Louis Vuitton para o Outono/Inverno 2008/09 apresenta diversos tops de linha trapézio, calças baggy e kimonos que recuperam formas do início dos anos 80, quando Thierry Mugler e Claude Montana dominavam a moda parisiense.


quinta-feira, 10 de julho de 2008

70º ANIVERSÁRIO GUCCI EM ROMA


A marca Gucci apresentou no passado dia 8 de Julho a sua colecção Cruise 2009. Pela primeira vez desde 2005 – quando a apresentação desta colecção se transformou num showcase - a casa italiana elegeu a cidade de Roma para realizar o desfile, ao invés de Nova Iorque, com o intuito de comemorar o 70º aniversário da abertura da sua primeira loja na capital italiana.

Passaram 7 décadas desde que o império criado pelo artesão Guccio Gucci, que hoje inclui também grandes marcas como Yves Saint Laurent, Stella McCartney ou Balenciaga, abriu a sua primeira loja na exclusiva Via Condotti. Desde então, vários criativos passaram pela direcção artística da casa, incluindo Tom Ford, Alessandra Facchinetti e agora Frida Giannini.

Frida Giannini escolheu a sua cidade natal para apresentar a colecção Cruise 2009. A passerelle foi montada na Villa Aurélia, uma magnífica vila do século XVII, sobre a colina do Gianicolo, em Roma. A colecção propõe uma multiplicidade de vestidos delicados inspirados na década de 1970, bordados com pérolas coloridas, assim como blusas folgadas estampadas com motivos sofisticados. A estas peças femininas juntam-se sumptuosas jóias e elementos mais masculinos, como calças e blazers. Algumas destas criações estarão exclusivamente à venda na renovada loja da Via Condotti, que foi sempre um destino de eleição para compras de luxo na capital italiana.






A HISTÓRIA DA LUXUOSA CASA ITALIANA

Como outras grandes casas de moda, Gucci começou como um pequeno negócio familiar. Guccio Gucci, filho de um comerciante italiano, abriu uma loja de selas e artigos de pele em Florença e começou a construir uma reputação de qualidade, contratando os melhores artesãos para trabalhar no seu atelier. Em 1938, inaugurou a sua primeira loja na Via Condotti, em Roma, e começou a desenhar alguns dos mais notáveis produtos da empresa. Em 1947, lançou a mala de mão com pegas de bambu, que continua a ser um dos ícones da marca, e durante a década de 1950 desenvolveu a famosa tela Gucci, inspirada numa sela, assim como o moccasin em camurça.

Guccio Gucci tinha seis filhos, mas apenas quatro – Vasco, Aldo, Ugo e Rodolfo – desempenharam papéis relevantes na empresa. Após a morte do pai, em 1953, Aldo investiu na projecção da Gucci a nível internacional, inaugurando as primeiras lojas em Londres, Paris e Nova Iorque. No final dos anos 60, a marca expandiu-se para o Extremo Oriente, abrindo lojas em Hong Kong e Tóquio. Na mesma altura, a empresa desenvolveu o seu famoso logo “GG” (as iniciais de Guccio Gucci), o lenço em seda Flora (muito usado pela actriz Grace Kelly) e a mala de ombro Jackie, celebrizada por Jackie Kennedy.

Gucci preservou a sua posição de culto até ao final dos anos 70, quando uma série de divergências familiares e negócios desastrosos quase levaram a empresa à falência. Em 1979, Aldo Gucci desenvolveu a colecção de acessórios GAC (Gucci Accessories Collection), que incluía bolsas de cosméticos, isqueiros e canetas, cujos preços eram consideravelmente inferiores aos de outros artigos do catálogo de acessórios da empresa. A nova colecção foi bem recebida, mas provou ser a força destabilizadora que debilitou a Gucci. Com o êxito de vendas da GAC, a marca Gucci passou a estar disponível em cerca de mil lojas nos Estados Unidos, deteriorando a sua imagem de exclusividade junto dos consumidores mais distintos. A revista Vanity Fair publicou na altura: “Gucci esteve no auge da elegância, graças a ícones como Audrey Hepburn, Grace Kelly e Jacqueline Onassis. Mas nos anos 80, a marca perdeu o seu encanto, tornando-se numa desleixada marca de aeroporto”.

Rapidamente, os contrafactores destruíram a sumptuosidade da Gucci, ao inundar o mercado com cópias baratas dos seus acessórios, desonrando ainda mais o seu nome. A marca italiana só recuperou o brilho nos anos 90, quando Tom Ford assumiu a direcção criativa. O famoso designer transformou a exânime marca de acessórios num dos mais conceituados grupos de artigos de luxo do mundo. As suas criações imprimiram elegância e glamour à Gucci e o logótipo "GG" tornou-se num verdadeiro símbolo de distinção e requinte. Tom Ford deixou a Gucci em Março de 2003 e assumiu uma marca própria.

Gucci juntou-se ao grupo francês PPR e é hoje o segundo maior grupo de artigos de luxo do mundo, detendo dez das mais prestigiadas marcas de moda internacionais: Gucci, Alexander McQueen, Balenciaga, Bédat & Co, Bottega Veneta, Boucheron, Sérgio Rossi, Stella McCartney, YSL Beauté e Yves Saint Laurent. Recordista mundial de vendas em Itália, a marca Gucci opera cerca de 425 lojas em todo o mundo.

LEE ABRE PRIMEIRA LOJA EM PORTUGAL


A marca de jeans, Lee, abriu recentemente a sua primeira loja exclusiva em Portugal. Situa-se na baixa pedestre de Setúbal e disponibiliza todas as linhas de adulto da marca.

A decoração sóbria do espaço, baseada no negro e em apontamentos de dourado nas paredes, cria uma atmosfera trendy, que faz sobressair o denim.

Este é o primeiro passo na estratégia de reforço de implementação da Lee no nosso país. A marca planeia abrir brevemente dois novos espaços em Lisboa e no Porto.

O estilo western chegou a Portugal!


LEE
Rua Antão Girão, 10 e 12
Setúbal


quarta-feira, 9 de julho de 2008

21_21 - MUSEU DE DESIGN EM TÓQUIO


A cidade de Tóquio tem um novo espaço de visita obrigatória para todos os admiradores do design. Chama-se “21_21 Design Sight” e visa incentivar o talento e contribuir para o futuro desta vasta área criativa. Entre os directores estão os designers Naoto Fukasawa e Issey Miyake. O edifício, projectado pelo lendário arquitecto japonês, Tadao Ando, lembra uma folha dobrada.

Mais do que um museu, 21_21 é um centro de pesquisa e um local de reflexão sobre o design. O objectivo é partilhar ideias com todas as partes envolvidas – designers, empresas, artesãos, engenheiros, assim como consumidores - e lançar um movimento para fortalecer o interesse e o melhor entendimento do design.

No lançamento do projecto, Issey Miyake declarou: “A humanidade tem um potencial enorme para superar as dificuldades e não podemos perder a esperança. O trabalho de um designer é transmitir sempre essa esperança”.

O nome é perfeito,"se na arte as medidas perfeitas são 20_20 e o design é o futuro, 21_21 é sua continuação mais lógica", afirmou o designer.

21_21 Design Sight
9-7-6 Akasaka, Minato-ku, Tokyo