terça-feira, 26 de agosto de 2008

FESTIVAL DE CINEMA DE VENEZA PRESTA HOMENAGEM A VALENTINO

O 65º Festival de Cinema de Veneza começa amanhã. Vinte e um filmes disputarão o Leão de Ouro nesta importante mostra internacional de arte cinematográfica, que este ano é dedicada ao realizador egípcio Youssef Chahine, falecido em Julho passado. A concorrer ao galardão está também o filme “Nuiit de chien”, de Werner Schroeter, filmado no Porto e em Lisboa, há cerca de três meses.

Este ano, Veneza dedica também um momento ao mundo da moda. Matt Tyrnauer, colaborador da edição americana da revista Vanity Fair, preparou um documentário sobre a vida e obra do designer italiano Valentino Garavani.

A película foi filmada de acordo com a corrente francesa do “cinéma verité”. Consiste em utilizar uma pequena equipa de filmagem, com a câmara ao ombro, para conseguir um efeito verdadeiramente intimista. “Valentino: O último imperador” conta a história da sua extraordinária vida e obra, explorando todos os assuntos que afectam o negócio da moda num tom muito pessoal, repleto de glamour e com momentos cómicos. "Esta película é uma biografia autorizada, que abrange toda a minha vida, a moda e todos os eventos em que participei. Há vídeos de época com as divas que vesti, com a minha voz em off", declarou Valentino. O filme será apresentado na próxima quinta-feira, 28 de Agosto. Entretanto, o Musée de la Mode et du Textile, em Paris, presta também homenagem ao designer italiano, com a mostra “Valentino, temas e variações”, que estará em exibição até 21 de Setembro.

Valentino Garavani obteve o seu primeiro êxito como designer de moda no início da década de 1960 e retirou-se das passerelles no passado mês de Janeiro, após mais de quatro décadas a somar êxitos e a vestir celebridades como Jacqueline Kennedy, a princesa Diana de Gales e actrizes como Liz Taylor, Jane Fonda, Sophia Loren ou Ava Gardner.

Sem comentários: