sexta-feira, 7 de outubro de 2011

ANA SALAZAR

COLECÇÃO VERÃO 2012

EM CONVERSA COM ANA SALAZAR

Daily ModaLisboa - Ser designer de moda em Portugal é um desafio? Porquê?
Ana Salazar - É. Porque é uma profissão de alto risco - ir trabalhar para fábricas como criativos - ou não tem forma de sobreviver porque não há ainda apetência, na generalidade, pela criação portuguesa.

- Defina o seu trabalho em 5 palavras a partir de ideias, pessoas, lugares, objectos ou adjectivos.
Perseverança / Irreverência / Criatividade / Atitude / Viagens.

- Na sua opinião, quais as peças must-have que não podem faltar no guarda-roupa de uma mulher?
Depende da mulher. No meu estilo, não podem faltar vestidos, sapatos, acessórios inusitados, lingerie confortável, chapéus.

- O que é mais importante para si no momento em que a sua colecção sobe à passerelle?
Que tudo corra conforme pressuposto.

- Quais as suas propostas para a Primavera/Verão 2012?
Uma abordagem ao vestuário enquanto superfície em construção permanente e contínua do corpo. Um espaço habitável que parte deste corpo como modulo métrico e ao qual soma forma e volume, criando uma nova representação do mesmo. Submete-se assim o tecido a técnicas de modelação comuns de vestuário, mas interrompendo-se o processo em determinados momentos. Assim as peças elaboradas visam demonstrar as etapas construtivas na produção de vestuário bem como os alicerces que as sustentam. A paleta cromática composta de negro, brancos e ligeiras tonalidades pele encontra-se distribuída em materiais naturais como sarjas de algodão e linho que contrastam com o tratamento encerado, lacado e plastificado de tecidos tecnológicos. Joias por Valentim Quaresma para Ana Salazar.






DESFILE

Sem comentários: