quarta-feira, 4 de março de 2015

MODALISBOA CURIOUSER APRESENTA WORKSTATION




“ ‘Curiouser and curiouser!’ – cried Alice (she was so much surprised, that for the moment she quite forgot to speak good English).” (in Alice no País das Maravilhas, 1865).

ModaLisboa Curiouser está em contagem decrescente. Em curiosidade crescente. E em registo permanente. Através dos olhares artísticos, curiosíssimos e interpretativos dos fotógrafos Gonçalo Borges Dias, Gonçalo Villaverde e Rita Carmo, convidados para representar Workstation na Lisboa Fashion Week.

A ModaLisboa apresenta Workstation. Uma exposição fotográfica com o apoio da Konica Minolta. Durante os três dias de Curiouser, três profissionais estarão a registar todos os momentos do maior evento de moda nacional. A exibição desse trabalho fotográfico work in progress será imediata, e pode ser vista a partir da abertura da ModaLisboa Curiouser, no dia 13 de março, na Sala do Risco, Pátio da Galé.

O fotojornalista Gonçalo Borges Dias revela que o seu objetivo é tirar pelo menos uma fotografia por dia. E que a sua fotografia favorita será sempre a de amanhã.
Gonçalo Villaverde confessa-se um light stalker, persegue a luz como uma paixão que inspira este grande amor.
Rita Carmo participou na Workstation desde a sua primeira edição em 2009 até 2011, e regressa agora ao coração da moda, onde tudo começou.

Eles são os três fotógrafos escolhidos pela ModaLisboa e pela Konica Minolta para cristalizar a atualidade através das paisagens, dos intervenientes, do tempo e da luz. Três formas de captar o fluxo da Moda que vai ser registada antes, durante e depois dos desfiles. E que permanece muito para além do último dia do evento. Porque o coração da moda e da arte continua a bater mesmo quando a luz do espetáculo se apaga.



GONÇALO BORGES DIAS
Partner & Photojournalist @ IDO Photojournalism


Gonçalo Borges Dias nasceu a 13 de maio de 1979. Fotojornalista de profissão é uma das caras por trás da Ido Photojournalism.
Formador na Escola de Comunicação Social “Palavras Ditas”, estudou no Instituto Português de Fotografia antes de ingressar no Diário de Notícias como estagiário. No Diário de Notícias, rapidamente passou a fotojornalista colaborador em regime permanente tendo alcançado, em poucos anos, o cargo de coordenador de fotografia da revista Notícias TV, do Diário de Notícias e do Jornal de Notícias. Foi fotógrafo permanente da ERC (Entidade Reguladora para a Comunicação Social) e colaborou com as revistas Vogue, Woof e Printed blog Portugal.
Com reportagens publicadas na Courier Internacional, fotografa anualmente o Campeonato do Mundo de Muay Thai e acompanha alguns dos atletas nacionais, nos apuramentos e defesa de títulos, sob a orientação da Federação Portuguesa de Muay Thai e Kick-Boxing.
Gonçalo procura a cada dia, sorrir, fazer alguém sorrir, namorar com a sua Babucha e tirar, pelo menos, uma fotografia. Quando lhe perguntam qual a sua fotografia favorita responde o mesmo que Imogen Cunningham: “Aquela que irei fazer amanhã.”




GONÇALO VILLAVERDE

Nascido a 13 março de 1979, Gonçalo Villaverde é licenciado em Relações Internacionais. Filho de algarvios, foi em Benafim, concelho de Loulé, que começou a captar as primeiras imagens dentro da área da Fotografia Documental. Apaixonou-se irremediavelmente e mudou por completo o rumo da sua vida profissional.
Entre 2006 e 2008 ingressou no Instituto Português de Fotografia, onde concluiu o curso profissional com distinção, o que lhe abriu as portas para um estágio no Diário de Notícias (DN). Desde então que trabalha como Fotojornalista freelancer, numa primeira fase exclusivamente para o DN, e atualmente para a Global Imagens, a agência responsável pela fotografia dos jornais Diário de Notícias, Jornal de Notícias, O Jogo e das revistas Notícias Magazine, Notícias TV e Evasões.
O seu trabalho autoral pretende explorar a fotografia numa vertente artística, trabalhando no limiar entre a realidade e o abstrato, entre o plural e o singular. Numa procura constante pelo olhar pictórico, que misture o direto e o indireto no multifacetado mundo quotidiano. Um olhar em simultâneo para direções opostas, para realidades paralelas, complementares ou antagónicas. Sempre em busca de romper com o lógico e apresentar outros conceitos escondidos na superfície do real.
Define-se como um “light stalker” ou um eterno apaixonado pela luz.




RITA CARMO

Rita Carmo é fotógrafa dedicada à cena musical há 23 anos. Iniciou a publicação de fotografias no semanário Blitz em 1992 onde permanece fotógrafa residente. Em 2003 editou pela Assírio & Alvim o álbum fotográfico "Altas-Luzes". Em 2004, expõe no 4º Festival Portugais na Fnac Forum Les Halles em Paris. Em 2008, edita com a revista BLITZ o álbum "Portugal XXI - Imagens de Sons Portugueses". Em Julho de 2009 expõe no Festival Alive parte do seu trabalho relacionado com concertos ao vivo. Em 2013, edita o álbum “Bandas Sonoras - 100 Retratos na Música Portuguesa” pela Chiado Editora. Como freelancer é responsável por diversas capas de CD's e imagens de divulgação de músicos portugueses.
Licenciada em Design de Comunicação pela FBAUL e com o Curso de Design de Moda do IADE (especialização em Fotografia de Moda), fotografou a ModaLisboa desde as suas primeiras edições ao serviço do Jornal BLITZ. Foi convidada pela ModaLisboa a integrar as quatro primeiras edições da Workstation, entre 2009 e 2011.



MODALISBOA CURIOUSER
13.14.15. MARÇO 2015
PÁTIO DA GALÉ . PRAÇA DO MUNICÍPIO
FW 15/16


Apresentação oficial das Coleções dos Criadores Portugueses.
Uma organização conjunta da Câmara Municipal de Lisboa e da Associação ModaLisboa.

Sem comentários: