quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

DINO ALVES 
DESENHA FIGURINOS PARA PEÇA “VERMELHO”

Um diálogo apaixonante sobre a arte e a vida que envolve não apenas artistas e criadores mas também os espetadores. Assim se define a peça “Vermelho”, escrita pelo autor norte-americano John Logan em 2009 e distinguida com vários prémios de teatro em 2010. “Vermelho” está em cena na sala vermelha do Teatro Aberto, em Lisboa, até 26 de fevereiro, com encenação de João Lourenço e figurinos do criador Dino Alves.



A ação decorre em Nova Iorque, nos anos de 1958 e 1959, e tem como protagonista o pintor Mark Rothko, que contrata Ken, um jovem assistente, para o ajudar na execução de uma encomenda de alto valor e prestígio. Trata-se de uma série de murais para o luxuoso restaurante Four Seasons, integrado no edifício Seagram, um projeto inovador dos arquitetos Philip Johnson e Mies van der Rohe.
Enquanto misturam as tintas e preparam as telas, Rothko expõe as suas ideias sobre a arte e sobre alguns artistas como Caravaggio, Miguel Ângelo, Jackson Pollock ou Andy Warhol. É neste diálogo entre mestre e discípulo que se desenvolve um intenso processo de reflexão que os transforma a ambos e os leva a procurar novos caminhos. 



Um espetáculo a não perder!



ESPETÁCULOS
quarta-feira a sábado às 21h30

domingo às 16h00


Sem comentários: