terça-feira, 26 de maio de 2015

PALAIS GALLIERA DE PARIS PRESTA HOMENAGEM A LANVIN




Até 23 de agosto de 2015, o Museu Palais Galliera, em Paris, apresenta a sua primeira exposição retrospetiva sobre o legado de Jeanne Lanvin. Uma grandiosa mostra, comissariada pelo diretor criativo da casa Lanvin, Alber Elbaz, e pelo diretor do museu, Olivier Saillard, que reúne 100 criações originais de Jeanne Lanvin.

"A qualidade de execução dos seus vestidos é bastante surpreendente, tornando-os o epítome da elegância francesa", afirma Olivier Saillard. "Há uma razão para que Jeanne Lanvin tenha formado um império. Conseguiu ser popular entre as clientes que pretendiam vestidos pouco aparatosos, mas que fossem chiques e elegantes.” Na verdade, Lanvin conseguiu adornar os seus vestidos tubulares ou de silhueta mais romântica com laços, bordados, cristais ou franjas em seda sem os tornar excessivos. Foi a fórmula secreta desse equilíbrio que a permitiu conquistar inúmeras fãs.




SOBRE A LANVIN

A Lanvin é uma das casas mais antigas e com mais história na indústria da moda. Começou em 1889 como um negócio de família no apartamento de Jeanne Lanvin no número 15 da rua Faubourg-St.Honoré, em Paris, e nos anos 1920 e 1930 transformou-se numa das marcas de moda de eleição de grandes atrizes de Hollywood como Marlene Dietrich. Jeanne Lanvin deixou um legado extraordinário, a que Alber Elbaz tem dado continuado desde que assumiu a direção criativa da casa, em 2000.

Sob a direção criativa de Alber Elbaz, a Lanvin é hoje uma das mais poderosas casas de moda de Paris. A sua respeitosa alusão às origens e estética primordial da Lanvin é temperada por uma energia transformadora que tem conquistado um novo público para a marca. Além dos seus dinâmicos desfiles, Alber Elbaz distingue-se pela forma original de apresentar os seus projetos nas montras das lojas Lanvin, especialmente na loja da Rue du Faubourg Saint-Honoré, em Paris.

FOTOS: ©Pierre Antoine

Sem comentários: