quarta-feira, 8 de abril de 2015

FONDATION LOUIS VUITTON APRESENTA “KEYS TO A PASSION”


Até 6 de julho de 2015, a Fondation Louis Vuitton, em Paris, apresenta “Keys to a Passion”, uma importante exposição que reúne uma seleção de grandes obras da primeira metade do século XX, que abriram caminho para a modernidade e mudaram o curso da história da arte no século passado. Mondrian, Malevitch, Rothko, Delaunay, Léger, Picabia, Munch, Dix, Giacometti, Matisse, Kupka e Severini são alguns dos artistas representados nesta mostra que marca a terceira fase do programa inaugural da fundação Louis Vuitton e reafirma os seus princípios de envolvimento com as artes.

Todas as obras expostas "quebraram as regras" e, em seguida, tornaram-se importantes pontos de referência históricos. Muitas delas adquiriram o estatuto de ícone e são reconhecidas como tal por artistas, profissionais, amantes de arte e público em geral.

Raramente expostas em conjunto, estas obras oferecem ao visitante a possibilidade de um encontro intelectual, sensorial e emocional. O objetivo é fazer com que o público pare e se concentre num diálogo empático com as obras de arte, de modo a apreciar a essência original e a aura específica de cada trabalho.

A exposição está organizada em quatro sequências, que traduzem as quatro "linhas" que sustentam a coleção contemporânea da Fundação Louis Vuitton - expressionismo subjetivo, contemplativo, popist e música.

Uma mostra imperdível para os amantes de arte!







FOTOS (da esquerda para a direita, de cima para baixo):

1 - Mark Rothko (1903–1970)
No. 46 [Black, Ochre, Red Over Red ], 1957
The Museum of Contemporary Art, The Panza Collection, Los Angeles,

2 - Edvard Munch (1863–1944)
The Scream [Skrik ], 1893?
Munch Museum, Oslo

3 - Henri Matisse (1869-1954)
La Danse, 1909–1910
Musée de l’Ermitage, Saint-Pétersbourg

4 - Fernand Léger (1881–1955)
Three Women [Le Grand Déjeuner ], 1921–22
The Museum of Modern Art, New York

Sem comentários: