terça-feira, 26 de abril de 2011

TRÊS GRANDES EXPOSIÇÕES, TRÊS GENIAIS CRIADORES DE MODA

Nesta estação, as grandes catedrais da cultura expõem as criações mais representativas dos designers de moda mais vanguardistas. Depois de passar pelo Instituto Español Reina Sofía de Nova Iorque, a grandiosa mostra “Balenciaga and Spain” chega ao Museo de Bellas Artes de San Francisco. A exposição, comissariada por Hamish Bowles, editor da Vogue America, considerado uma das mais respeitadas autoridades nos mundos da moda e design de interiores, examina a profunda e contínua influência de Espanha no trabalho do grande mestre da Alta Costura, Cristobal Balenciaga. O impacto da cultura, história e tradições espanholas é explorado através de temas recorrentes na obra de Balenciaga.

A casa Dior surpreende também com uma macro exposição, patente de 28 de Abril a 24 de Julho, no Museo Pushkin de Moscovo. Através de 120 vestidos, incluindo verdadeiras “jóias” do New Look, expostos ao lado de obras de arte de Gustav Klimt ou Van Gogh, a casa francesa mostra ao mundo o seu papel fundamental na história da moda. A inauguração da exposição coincidirá com a abertura da loja Dior em Moscovo, desenhada por Peter Marino.

Yohji Yamamoto, o genial revolucionário, conquista Londres com uma retrospectiva no Victoria and Albert Museum, que estará patente ao público até ao dia 10 de Julho. A exposição comemora os 40 anos de trabalho do visionário criador de moda, convidando o público a descobrir as técnicas tradicionais japonesas que inspiram as suas criações únicas.

Três grandes exposições sobre três génios da moda que nos possibilitam conhecer o seu trabalho de perto e descobrir o leit motiv das suas colecções.

Sem comentários: