segunda-feira, 11 de janeiro de 2016

R.I.P DAVID BOWIE




O cantor britânico David Bowie faleceu esta noite, três dias depois de celebrar o seu 69º aniversário e de lançar o álbum “Blackstar”. O artista, considerado uma das maiores celebridades da cultura popular, lutava contra um cancro há 18 meses.

Na passada sexta-feira, David Bowie divulgou o videoclip de um tema do seu novo álbum. A canção intitula-se “Lazarus”, numa referência à personagem bíblica Lázaro, que morre e é ressuscitada poucos dias depois por Jesus Cristo, quando o seu corpo está envolvido por faixas, tal como o de Bowie no vídeo. O cantor conhecia o seu destino e “Lazarus” parece ser uma mensagem de despedida: “Olha para mim, estou no céu / Tenho cicatrizes que não podem ser vistas / Olha para mim, estou em perigo / Já não tenho nada a perder / Desta ou de nenhuma forma / Sabes que vou ser livre / Tal como um pássaro / Isso não é típico de mim?”.

David Bowie foi um dos músicos populares mais inovadores e influentes das últimas cinco décadas, especialmente pelo trabalho que desenvolveu nas décadas de 1970 e 1980. Além da profundidade intelectual da sua obra, Bowie distinguiu-se também pela capacidade singular de renovar a sua imagem, adaptando-se a diferentes épocas e estilos. O cantor, nascido em Brixton, experimentou as maquilhagens mais inusitadas e as roupas mais inesperadas, sendo muitas vezes apelidado como "Camaleão do Rock". Na década de 1970 encarnou um alter ego chamado Ziggy Stardust e destacou-se pelo visual andrógino e muito particular: o cabelo extravagante, a tez lívida, as roupas com estampagens hipnóticas. "Fora dos palcos sou um robot. No palco adquiro emoção. Provavelmente é por isso que prefiro vestir-me como Ziggy do que como David", afirmou.

David Bowie era um artista brilhante e ficará para sempre na nossa memória!

R.I.P David Bowie.




Sem comentários: