segunda-feira, 17 de novembro de 2014

DIANE VON FURSTENBERG LANÇA AUTOBIOGRAFIA


Designer, mulher de negócios, ativista ... Dezasseis anos após o lançamento do seu primeiro livro de memórias, Diane Von Furstenberg revela agora as múltiplas facetas da sua vida e carreira na autobiografia "The Woman I wanted to be", publicada pela editora Simon & Schuster.

Um livro de 400 páginas onde a designer dá a conhecer a sua vida e percurso no mundo da moda, desde o seu nascimento na Bélgica até aos aclamados desfiles em Nova Iorque. A primeira parte do livro, "The Woman I am", mais intimista e pessoal, revela a infância da designer, os seus amores e momentos privados, o seu estilo de vida saudável e as causas que defende, enquanto que a segunda parte, "The Business of Fashion", foca o império que Diane Von Furstenberg construiu, desde a criação do famoso “Wrap Dress” em 1974, à coleção outono/inverno 2014/15 inspirada nos Ballets Russes. Um vasto império que a tornou uma das mulheres mais influentes do mundo.

DIANE VON FURSTENBERG nasceu em Bruxelas, estudou em Genebra mas escolheu a cidade de Nova Iorque para viver. Instalou-se num prédio inteiro no Meat Packing District, onde passou a funcionar a sua grife DFV. Depois de vender 5 milhões de wrap dresses por semana e de ser capa do Wall Street Journal e da Newsweek, decidiu suspender o seu negócio devido a um processo de expansão mal planeado. Na década de 80, mudou-se para Paris e dedicou-se ao ramo editorial. Só regressou ao mundo da moda em 1997. “Tenho muito orgulho do que fiz ainda muito jovem. Criei uma marca, mas perdi-a. Agora, voltei ao negócio com muito mais experiência”, relatou. Em 1998, publicou as suas memórias, "Diane: A Signature Life". Em 2005, o Council of Fashion Designers of America (CFDA) distinguiu-a com o prémio carreira e em 2006 nomeou-a sua presidente. Em 2012 foi eleita a 33ª mulher mais poderosa do mundo pela revista Forbes.

Sem comentários: