sexta-feira, 11 de dezembro de 2009

A INCÓGNITA DE MARTIN MARGIELA

A casa mais misteriosa do mundo da moda, Maison Martin Margiela, parece decidida a continuar com a sua discrição. A identidade de Martin Margiela nunca foi muito além do seu nome. Extremamente reservado, o designer belga escondeu-se sempre “atrás da cortina” para ceder espaço à sua criação, recusando-se a dar entrevistas e a deixar-se fotografar. Mesmo por ocasião do seu 20º aniversário, a imprensa apenas conseguiu captar algumas imagens da sua equipa vestida com batas brancas, no seu atelier em Paris.

A incógnita persiste com o anúncio da retirada de Martin Margiela da sua casa. Desconhecem-se os motivos que levaram o designer a tomar tal decisão, mas o WWD adianta que Martin Margiela quer dedicar-se à sua outra paixão, a pintura, e afastar-se do negócio da moda. Raf Simons e Haider Ackermmann já são apontados como seus possíveis sucessores, mas de momento a casa ainda não nomeou nenhum director criativo, estando a equipa que trabalhava com Margiela a dar continuidade ao legado criativo da marca.

Há algum tempo que Margiela se desvinculou do dia-a-dia da casa para se dedicar unicamente a projectos especiais, como a colecção Artisanal ou o perfume que lançou em colaboração com a L´Oréal. A despedida do designer ficou subentendida no seu último desfile, que foi uma espécie de olhar para a trajectória da empresa e da sua própria filosofia.

Quem dará continuidade a essa filosofia? A incógnita mantém-se.

Sem comentários: