quinta-feira, 21 de abril de 2016

IRVING PENN: BEYOND BEAUTY


Irving Penn (1917-2009), um dos fotógrafos americanos mais famosos do século XX, tornou-se reconhecido pelas suas icónicas fotografias de moda a preto e branco para a revista Vogue, mas a sua criatividade ia muito além dessas imagens. Com uma carreira de cerca de 70 anos, Irving Penn trabalhou em projetos profissionais e artísticos de vários géneros, muitos deles desconhecidos do grande público. A retrospetiva “Irving Penn: Beyond Beauty”, patente no Dallas Museum of Art até 14 de agosto, apresenta imagens icónicas, assim como fotografias inéditas e nunca anteriormente expostas do fotógrafo norte-americano.

Em exibição estão cerca de 140 fotografias, incluindo as primeiras imagens de rua que Irving Penn captou em Filadélfia ou Nova Iorque no final dos anos 1930, fotografias de residentes em Cusco e Peru nos anos 40 ou de jovens nativas de Daomé no final dos anos 60. A exposição inclui também retratos de artistas e intelectuais como Salvador Dalí e Langston Hughes e fotografias da classe trabalhadora do pós-Segunda Guerra Mundial.

Irving Penn era um mestre da composição e tinha um olho único para tornar qualquer coisa bonita. Ele via beleza em tudo, até mesmo em caixas de produtos congelados, que fotografou em 1977.

Em destaque está o seu admirável trabalho na área da moda. Nas suas sensuais e surpreendentes fotografias, as criações de grandes nomes da moda do século XX transformaram-se em elegantes “esculturas”.






Sem comentários: