quinta-feira, 21 de abril de 2016

TRIBUTO A PEDRO CLÁUDIO




Pedro Cláudio, um dos mais conceituados fotógrafos de moda e publicidade nacionais, faleceu na madrugada desta quinta-feira, aos 51 anos.

Pedro Cláudio preferia ser visto como diretor artístico, por olhar a fotografia apenas como meio de expressão: “Considero-me um fotógrafo, que também faz fotografia de moda”, afirmou numa entrevista ao PÚBLICO. Criador de imagens, privilegiava essencialmente a liberdade criativa, tendo-se destacado também na área do design gráfico, na produção de ensaios fotográficos para a imprensa, na realização de videoclips para vários músicos portugueses, na produção de exposições e livros de fotografia para várias marcas e eventos, nomeadamente a ModaLisboa.


Nasceu em 1965, em Torres Vedras. Aos 20 anos de idade, mudou-se para Lisboa, onde viria a estudar Design de Comunicação na Escola Superior de Belas Artes. Em 1989, fotografou o seu primeiro editorial de moda para a 13ª edição do semanário "O Independente".

Entre 1990 e 1992, começou a colaborar com as edições portuguesas das revistas Marie Claire e Elle, assim como com a ModaLisboa e os principais criadores de moda nacionais, produzindo imagens para campanhas, catálogos e exposições. Foi na ModaLisboa que apresentou a sua primeira vídeo-instalação, "Teen", em 1996. Em 1999, assinou o livro de fotografia “Mapa” (edição ModaLisboa) e em 2002, participou com uma exposição no projeto internacional + Portugal, em Barcelona, igualmente organizado pela ModaLisboa.

Pedro Cláudio trabalhou também para a indústria da música, fotografando e desenhando capas de discos, e colaborou com vários designers industriais portugueses, marcas e eventos como a Experimenta Design, participando com projetos fotográficos e de vídeo nas edições de 1999, 2001 e 2003.

Em 2001, integrou o corpo docente do curso de fotografia avançada da escola de arte ar.co, em Lisboa. No mesmo ano, viu o seu trabalho publicado na 35ª edição da revista "Visionaire" e no livro “Dreaming in Print – A Decade of Visionaire”.

Em 2003, começou a realizar filmes publicitários e em 2005 iniciou a sua colaboração regular com a edição portuguesa da revista Vogue, fotografando editoriais de moda e retratos.

Em 2014, foi um dos fotógrafos destacados na série documental “Entre Imagens” da RTP, que abordava o trabalho de 13 autores contemporâneos da área da imagem.

Pedro Cláudio deixa um valioso legado de criatividade, que será, decerto, uma importante referência para as futuras gerações de fotógrafos e realizadores portugueses.

R.I.P Pedro Cláudio.


Sem comentários: