segunda-feira, 14 de junho de 2010

MELISSA + GAETANO PESCE

A marca brasileira Melissa é sinónimo de inovação desde a sua criação, na década de 1970, e nos últimos anos tem demonstrado um gosto particular pelo inusitado. Esse gosto traduz-se, na maioria das vezes, em parcerias insólitas com designers e arquitectos que criam modelos mais conceptuais, como Karim Rashid, Zaha Hadid e, agora, o italiano Gaetano Pesce.

Gaetano Pesce é formado em Arquitectura pela Universidade de Veneza, mas foram os seus trabalhos como designer de mobiliário, a sua constante busca por novos materiais e tecnologias e o uso intenso da cor que o tornaram reconhecido em todo o mundo. Pesce criou a famosa poltrona UP5 (conhecida como Donna) em 1969 e em 1993 recebeu o prémio Chrysler de inovação e design.

O novo modelo Melissa + Gaetano Pesce (ou Fontessa, nome dado pelo designer em homenagem à filha) é o primeiro modelo inteiramente customizável da Melissa: uma irreverente ankle boot formada por inúmeras bolas de tamanhos variados dispostas assimetricamente, que podem ser recortadas até que se obtenha a forma desejada. As bolas lembram bolhas de sabão, dando um aspecto lúdico ao produto. “Queria algo que desse ao consumidor a possibilidade de mudar o design”, explica Gaetano Pesce, cuja obra é considerada uma das mais singulares actualmente, com peças em acervos de museus como o MoMA, de Nova Iorque, e o Victoria and Albert Museum, de Londres.”


MELISSA
Tudo começou na década de 1970, quando os irmãos Pedro e Alexandre Grendene, que criavam embalagens para garrafas de vinho, se inspiraram nas sandálias de plástico usadas pelos pescadores da Riviera francesa para criar sapatos com estilo. A novidade tornou-se imediatamente um enorme sucesso no mercado brasileiro e um ícone de moda, transformando a Grendene numa das maiores empresas de calçado do mundo.

Durante toda a sua história, a Melissa comunicou sempre com um público jovem. Hoje transmite a mensagem de um público moderno e está permanentemente ligada às últimas tendências. Exercitando a sua eterna capacidade de se reinventar, em 1999 a Melissa deu início a um processo de recriação de imagem. Grendene investe numa transformação global, que inclui colecções especiais idealizadas por representantes do design internacional, como Jaqueline Jocobson, Jean Paul Gautier, Patrick Cox, Stephanie Kelian, Thierry Mugler e J. Maskrey. Hoje, continua a investir em parcerias, lançando novos modelos em colaboração com designers famosos, como os brasileiros Alexandre Herchcovitch e os irmãos Campana, a stylist inglesa Judy Blame, a irreverente criadora Vivienne Westwood, a arquitecta Zaha Hadid e, agora, o designer e arquitecto Gaetano Pesce, entre outros.

Vendidos em concept stores da Europa, Estados Unidos, México, Japão, Austrália e Argentina, os modernos sapatos de plástico tornaram-se um verdadeiro objecto de desejo em todo o mundo e o nome Melissa tornou-se conhecido como um símbolo de design único.

Sem comentários: