quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

ESCULTURAS SONORAS DE RUI TOSCANO EM EXIBIÇÃO NA CULTURGEST


De 9 de fevereiro a 19 de maio de 2013, a Culturgest, em Lisboa, expõe um conjunto de esculturas sonoras criadas pelo artista Rui Toscano (Lisboa, 1970) entre 1994 e 2013.

Rui Toscano tem revelado, ao longo dos anos, uma especial capacidade para alargar o seu campo de possibilidades criativas, a partir do recurso a diferentes media (escultura, som, vídeo, instalação, desenho) e da constante abertura do leque de ideias e soluções formais com que trabalha. Em 1994, produziu uma escultura sonora que se viria a revelar determinante no desenvolvimento da sua prática artística nos anos seguintes. A obra intitulava-se “Bricks are Heavy” e inaugurou um conjunto de obras em que o artista utiliza o radiogravador simultaneamente como elemento escultórico e como sistema de amplificação sonora. A referência à cultura rock e a uma determinada cultura juvenil estava muito presente nas primeiras dessas peças.

O radiogravador era, já em meados da década de 1990, um objeto obsoleto, em vias de desaparecimento, o que dificultou, mas não impediu, o desenvolvimento de vários trabalhos: “Black Painting” (Perfect Lovers) (1997); “T” (1998); “Whistling in the Dark” (2001); “Light Corner” (2006); ou “From Point A to Point B” (2009). Na Culturgest estarão em exibição, além das obras já referidas, duas novas esculturas sonoras: “Square Fall” (2012), e “No Saying Yes” (2002-2013).


IMAGEM:
“T” (1998). Coleção Portugal Telecom

Sem comentários: