quarta-feira, 9 de setembro de 2009

“MNEMOSYNE” - A ESSÊNCIA DE DAPHNE

Daphne Guiness é uma das pessoas mais influentes do mundo da moda. Filha de Jonathan Guiness e mulher de um multimilionário grego, herda uma enorme fortuna aos 19 anos e decide embarcar numa busca pela perfeição estética, usando-se a si mesma como suporte. Uma das maiores compradoras de Alta Costura do mundo, Daphne Guiness mantém viva esta arte, sendo capaz de usar os seus vestidos a qualquer hora do dia.

Daphne Guiness foi várias vezes escritora, realizadora, coleccionadora, numa jornada conduzida pela sua intuição e visão criativa. A sua primeira incursão no mundo da criação foi com uma linha de sapatos, que foi vendida na exclusiva loja londrina Dover Street Market e esgotou em meia hora. Agora, Daphne estreia-se como perfumista, criando uma fragrância de edição limitada para a Comme des Garçons, chamada Daphne. Paralelamente, produz um pequeno filme de 3 minutos com o realizador David Parker, intitulado “Mnemosyne”, que ilustra o conceito e essência do seu perfume. “Quis explorar como é que apreendo a fragrância visualmente”, afirma Daphne, que descreve a sua peça como “anti-comercial”, por ser desprovida de quaisquer logos, fotografias de produto ou propósito comercial.

“O perfume está directamente relacionado com a memória”, explica. "É um caminho sensorial, evocando imagens do nosso passado. Tem o poder de nos transportar do sítio onde estamos para um lugar oculto nas profundezas da nossa memória. Quis ilustrar que o perfume pode conduzir-nos numa viagem”. A narrativa é construída em torno da fluidez e dos processos de pensamento que aliam micro associações com macro experiências. "É uma representação dos universos que existem em todas as nossas mentes, o mundo como nós o percebemos e a nossa relação com ele."

“Mnemosyne” foi apresentado pela primeira vez no passado dia 3 de Setembro na Dover Street Market, aquando do lançamento da fragrância. Veja o filme em baixo.

Sem comentários: