quinta-feira, 10 de setembro de 2009

O SÉCULO DO JAZZ

O Jazz constitui, juntamente com o cinema e o rock, um dos acontecimentos artísticos mais importantes do século XX. Esta manifestação artístico-musical originária dos Estados Unidos marcou cada aspecto da cultura mundial com os seus sons e ritmos.

Até ao dia 18 de Outubro, o Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB) apresenta “El segle del Jazz”, uma mostra que une os mundos da música e das artes visuais, evidenciando a influência que o Jazz exerceu na arte do século XX: da pintura à fotografia, do cinema à literatura, do design gráfico aos desenhos animados.

O Jazz surgiu no início do século XX na região de Nova Orleans, como uma música híbrida, baseada em improvisações executadas pelos, então, escravos. Desde o começo do seu desenvolvimento, o Jazz produziu uma grande variedade de sub-géneros, como o Dixieland da década de 1910, o Swing das Big Bands das décadas 1930 e 1940, o Bebop de meados de 1940, o Jazz latino de 1950 e 1960, e o Fusion das décadas de 1970 e 1980. Devido à sua divulgação mundial, o Jazz adaptou-se a muitos estilos musicais, obtendo assim uma grande variedade melódica, harmónica e rítmica.

“El segle del Jazz” apresenta de forma cronológica a relação entre a arte e o jazz, através de milhares de peças, como capas de discos, partituras, fotografias, pinturas, filmes e gravações. Percorre diferentes períodos, como a era do Jazz na América, o Harlem Renaissance ou a era Swing, mostrando também a influência do Jazz na arte catalã.

O público é convidado a ver obras de arte de Picasso, Pollock, Matisse, Basquiat, Man Ray, Andy Warhol, Tàpies, entre outros, enquanto desfruta de peças de Louis Armstrong, Duke Ellington, John Coltrane ou Miles Davis.

Um duplo prazer para os sentidos! Veja o vídeo.

Sem comentários: