quarta-feira, 30 de setembro de 2009

MUNNA DESIGN E BOCA DO LOBO CELEBRAM O DESIGN NA MODALISBOA | ESTORIL

Celebrar o design em todas as suas formas. Este é o objectivo das marcas de design Portuguesas Munna e Boca do Lobo ao associarem-se à ModaLisboa I Estoril, Fashion Force´33.

No espaço da sala Club, os visitantes poderão encontrar o resultado dessa celebração: uma intervenção decorativa da responsabilidade de ambas as marcas, que contribui para o manifesto oficial da ModaLisboa Estoril contra a uniformização e massificação do gosto. Os utilizadores poderão usufruir de uma atmosfera sofisticada e intimista com a assinatura destas duas marcas, verdadeiros ícones do design. A celebração vai começar.



MUNNA

Nascida em 2008, a Munna mantém-se fiel à sua missão: criar objectos de design que nunca percam o poder de fascínio e admiração. Munna é o resultado da transformação da paixão na manufactura de poltronas, biombos e cadeiras que unem um estilo irreverente e clássico, poderoso e elegante.
http://www.munnadesign.com/



BOCA DO LOBO

Criada em 2005 com o objectivo de se tornar uma referência internacional no design, a Boca do Lobo tem já uma forte presença em mercados como o Reino Unido, Rússia, Estados Unidos, França, Grécia, entre outros.
http://www.bocadolobo.com/

FOTOS:
Em cima: Cadeira Lipstick - Munna
Em baixo: Mesa Bonsai - Boca do Lobo

LANÇAMENTO DE DVD “LAGERFELD CONFIDENCIAL” NO MUDE

“Lagerfeld Confidencial”, o documentário sobre o célebre criador de moda Karl Lagerfeld, com realização e argumento de Rodolphe Marconi, vai ser lançado em DVD na próxima sexta-feira, dia 2 de Outubro, às 19h00, no MUDE - Museu do Design e da Moda - em Lisboa. O filme será apresentado por Bárbara Coutinho, directora do MUDE, pelo coleccionador Francisco Capelo, que falará sobre a faceta de coleccionador de Karl Lagerfeld, e por Eduarda Abbondanza, directora da ModaLisboa, que apresentará o “Kaiser” enquanto criador de moda.

A apresentação será seguida da projecção de um excerto do filme que inaugura a colecção Cinema e Moda da Midas Filmes.


Criador de moda, fotógrafo, pintor, amante de cinema, perito em arte, coleccionador de livros e peças de design, Karl Lagerfeld é um artista visionário e eclético, capaz de deixar a sua marca de elegância e excelência em diversas áreas. Mas quem se esconde realmente sob este personagem tão peculiar, que é considerado um dos criadores de moda mais influentes do século XX?

O director criativo da casa Chanel recusou em muitas ocasiões responder a esta pergunta e nunca tinha falado da sua vida privada até à realização de “Lagerfeld Confidencial”. Durante cerca de 87 minutos, Rodolphe Marconi desvenda o mistério Lagerfeld com respeito, admiração, discrição e sensibilidade. Após três anos e mais de trezentas horas de filmagens, o realizador revela o dia-a-dia da estrela, cujo sonho de infância era “Ler tudo, saber tudo e entender tudo”, um sonho alimentado em Hamburgo onde cresceu e nasceu em 1938, e reforçado pela paixão que sentia pela arte francesa do século XVIII, pela história, arquitectura, música e literatura.

Karl Lagerfeld começou a interessar-se por moda aos 14 anos quando foi estudar para Paris. Em 1955, após ter ganho o 1º prémio de um concurso promovido pelo Secretariado Internacional da Lã, foi contratado por Pierre Balmain. Três anos mais tarde, com apenas 20 anos, entrou na casa Patou como director artístico. Em 1964, desiludido com a Alta-Costura, deixou Paris e foi estudar História da Arte em Itália. Mas a sua paixão pela moda foi mais forte e Lagerfeld voltou, trabalhando como designer freelancer para as casas Chloé, Krizia e Valentino, e para o fabricante de sapatos Charles Jourdan. Em 1967 passou a integrar a equipa da Fendi como consultor de design. Em 1983 tornou-se director da casa Chanel, encarregando-se desde então de renovar os desenhos de Coco Chanel, adaptando-os com seu “savoir faire” à mulher actual. Em 1984 lançou a primeira colecção com o seu nome.

Durante o documentário “Lagerfeld Confidencial” ficamos a conhecer o criador de moda, mas também o fotógrafo, o pintor, o coleccionador… O filme mostra ainda o Lagerfeld provocador, que foi polémico em mais do que uma ocasião. Há uns anos decidiu perder 36 quilos para poder vestir a colecção de Hedi Slimane. "De repente quis vestir-me diferente, usar roupas desenhadas por Hedi Slimane. Mas esta roupa, modelada para rapazes muito, muito magros, e não por homens da minha idade, requeria que perdesse pelo menos 36 quilos. E perdi-os em exactamente treze meses", afirmou.

Excentricidades à parte, Karl Lagerfeld passará à história como um grande nome do mundo da moda, seja pelas suas criações ou pela sua atitude.

terça-feira, 29 de setembro de 2009

MAGNÉTICA MAGAZINE APRESENTA VIDEO GUERRILHA NA MODALISBOA | ESTORIL

A Magnética Magazine aceitou o desafio da ModaLisboa I Estoril para participar activamente nesta edição, Fashion Force’33, produzindo os conteúdos imagéticos que irão animar o evento, com base no mote Liberdade, Iniciativa e Movimento.

Por todo o espaço, os visitantes poderão ficar a conhecer a inspiração criativa por detrás do conceito e da imagem Fashion Force’33. A própria mística da Cidadela de Cascais será encarada de uma perspectiva diferente, com imagens do espaço vazio.

Diariamente, os visitantes poderão também assistir a reportagens vídeo com imagens dos desfiles do dia anterior. Jornalismo, fotografia e cinema reunir-se-ão numa reportagem singular.

Para levar a cabo esta tarefa de actualização diária de informação, a Magnética Magazine associou-se à produtora Moopie Videos, responsável por toda a produção e edição de imagens em movimento.

A Magnética Magazine é uma revista digital, com 10 edições mensais. Com conteúdos transversais, que vão desde a cultura ao design, passando pelas artes plásticas e pela arquitectura, tem a moda como um dos seus temas centrais. Este mês, à semelhança da ModaLisboa Estoril, destaca o trabalho de vários criadores nacionais, provando que a Moda Portuguesa pode ser comparada ao que de melhor se apresenta nos circuitos internacionais.

www.magneticamagazine.com

BARBOT CHOICES DÁ COR À MODALISBOA | ESTORIL

Estabelecer uma ponte entre a decoração e a moda. Este é o objectivo da Barbot, ao associar-se uma vez mais à ModaLisboa I Estoril, através da utilização de tintas da gama Barbot Choices by Graça Viterbo em diversos espaços do evento. No local os visitantes terão à sua disposição os seis catálogos de cores e tendências, especialmente criados para a Barbot pela prestigiada decoradora.

Através desta iniciativa, a Barbot pretende reforçar o seu posicionamento, demonstrando ser sinónimo de qualidade, vanguardismo, criatividade e inovação.



SOBRE O GRUPO BARBOT

O Grupo Barbot actua no sector das tintas e vernizes e dele fazem parte as seguintes empresas:

Barbot Portugal – Fundada em 1920 por Diogo Barbot, a empresa e a marca Barbot são hoje uma referência no mercado português da renovação e decoração de interiores. A Barbot centra a sua actividade na produção e comercialização de tintas e vernizes nos seguintes segmentos: Construção Civil, Decoração e Indústria. A marca encontra-se presente de Norte a Sul do país através de uma rede alargada de revendedores e de 21 pontos de venda próprios. As infra-estruturas de produção encontram-se situadas em Portugal (duas fábricas no concelho de Vila Nova de Gaia). A Barbot está entre as três maiores empresas do sector a actuar em Portugal. Para mais informações consulte: www.barbot.pt.

Barbot Angola - A Barbot está também presente em Angola desde o segundo semestre de 2008 e conta actualmente com uma unidade fabril e duas lojas próprias, localizadas em Luanda.

Master Paint – Sedeada em Vialonga (Distrito de Lisboa), a Master Paint comercializa e distribui tintas e vernizes para construção civil e indústria da marca ANPAL-SODULAX. A Master Paint resulta da aquisição pelo grupo Barbot de duas fábricas de tintas Sodulax e Anpal que operavam no mercado desde 1964 e 1985 respectivamente.

Anpal Madeira - A marca ANPAL-SODULAX é também comercializada na Madeira através de outra empresa do grupo designada Anpal-Madeira, fundada em 1996.

Jallut Pinturas – Empresa espanhola fundada em 1977, está sediada em Sabadell, na Catalunha, onde se encontra a sua unidade de produção. Com 20 anos de experiência no mercado espanhol, esta empresa foi adquirida pelo Grupo Barbot no início de 2009 e actua em 4 segmentos: Tintas industriais, Tintas decorativas e Corantes para a Indústria e Metalografia. Para mais informações consulte www.jallut.com.

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

CRIADORES PORTUGUESES E VICTORIA CASAL COUTURE APRESENTAM CRIAÇÕES EXCLUSIVAS PARA O DESFILE HELLO KITTY NA PRÓXIMA MODALISBOA | ESTORIL

A Bi-Joy, representante da Hello Kitty em Portugal, apresenta as propostas criativas de 19 criadores nacionais e a de Victoria Casal couture, que desfilarão a 11 de Outubro, pelas 15h30, na próxima edição da ModaLisboa I Estoril, Fashion Force’33.

“Conforme ia recebendo as ilustrações, sentia uma enorme satisfação e orgulho pela criatividade dos criadores. A interpretação pessoal de cada um forma uma união heterogénea e, atribui uma riqueza extraordinária a um projecto que culmina num objectivo muito importante: dar um sorriso às crianças apoiadas pela associação Ajuda de Berço, seguindo sempre o espírito da Hello Kitty, ícone do amor e da amizade. Agradeço profundamente a todos os criadores participantes pelo enorme empenho.” comenta Patrícia Vasconcelos , directora da Bi-Joy em Portugal.

As propostas enaltecem os distintos e vibrantes imaginários, originando reinterpretações surpreendentes da famosa Hello Kitty.

aforestdesign desenvolveu, em tons de branco, versões Hello Kitty de alguns dos seus projectos mais reconhecidos como o “flat knitting sweater” e “object oriented”. Inspirado no futurismo e na ilustração “manga”, Aleksandar Protic propõe um look intenso num vestido estruturado em cor magenta. O esplendor da Hello Kitty é definido pelo vestido proposto por Alexandra Moura, composto por volumes e manipulação de tecido com inúmeros pedacinhos cosidos à mão, delineando, no conjunto, a silhueta da Hello Kitty. Anabela Baldaque contrasta o rosa pálido com o forro intensamente vermelho num vestido levemente “évasé” rematado com um delicado laço.

O universo da Hello Kitty e a fantasia que a rodeia é a principal motivação de Dino Alves ao conceber um vestido excessivo tanto em formas, como em cores e brilhos vibrantes. José António Tenente explora na Hello Kitty o seu carácter mais sofisticado e algo subversivo, adaptando grafismos e animação gráfica num vestido de organza preta sobre tafetá magenta. Para Isilda Pelicano, a Hello Kitty é eternamente jovem. A sua forma de vida é interpretada entre a rebeldia, acentuada através do uso de pele preta, e a sua ousadia apaixonada, sublinhada pelo rosa cerâmico e aplicações em tule, sem nunca descurar o seu lado felino.

Katty Xiomara sugere o quimono como peça estruturante da gata nipónica mais famosa do mundo, conceito que serve de metamorfose simples para um vestido de leves volumes e estruturas, num colorido padrão de doces. Em parceria com a ilustradora Susana Veiga, a criadora Lara Torres explora as funções basilares e ancestrais do vestuário através do círculo, figura plana cuja interacção entre a periferia e o centro da circunferência traduz a intenção de vestir de dentro para fora, focando em simultâneo o sujeito e o seu habitat. A Hello Kitty surge expressivamente gravada como se de uma aguarela se tratasse, em tons de preto sobre um fundo bege.

Luís Buchinho propõe a aliança entre a fantasia da Hello Kitty com formas geométricas elegantemente exploradas num vestido através de texturas plissadas e leves. Maria Gambina refere que a Hello Kitty simboliza a felicidade e beleza de todas as meninas e, de facto, são todas as meninas do mundo que a criadora gostaria de homenagear. Através de uma burca em denim, totalmente bordada com pequenas Hello Kitty e a zona do rosto rendilhada e bordada com a imagem da gata, Maria Gambina revitaliza a defesa pelos direitos humanos para todas as meninas que o necessitem.

Fresca, divertida, moderna e sedutora, Miguel Vieira define a Hello Kitty como a gatinha mais adorada do mundo. A sua proposta potencia o lado mais sedutor da Hello Kitty, num elegante e inocente vestido branco assimetricamente pregueado. A dualidade da Hello Kitty revela-se na criação de Nuno Baltazar: um vestido marcado pelo lado infantil e cândido através da presença do rosa trabalhado em franzidos volumosos, combinado com o elegante preto.

Inspirado pelo lado mais coquete da Hello Kitty mas sem dispensar o tom Young, Hype and Cool, Pedro Pedro propõe um elegante vestido em tons de preto e branco e com um distinto laço vermelho. Ricardo Dourado cria um diamante esculpido sobre o corpo, sob a forma de um vestido totalmente coberto de strass, evocando a imensidão de luz e brilho que a famosa gata irradia.

A partir de uma simples t-shirt estampada com a imagem da Hello Kitty, Ricardo Preto desconstrói a peça icónica e, através da cor, da seda e de aplicações brilhantes, faz da sua reconstrução a aliança entre o lado infantil com o adulto. Inspirados na sua própria gata chamada “Hymé” – palavra japonesa que significa princesa ou ninfa - Storytailors apresentam um look bastante feminino composto por uma camisa e uns calções brancos bordados em várias cores, vibrando com o magenta em acessórios como a capinha de pêlo artificial no formato de um gigante laço.

O designer de jóias Valentim Quaresma, inspirado pelo universo de cores da Hello Kitty, destaca o lado mais agressivo da gata através de elementos delicados que revestem o corpo. A partir das referências mais fortes de cada uma das marcas, os White Tent recriaram a sua peça chave, a Parka, onde o nome da Hello Kitty surge cortado a laser, reflectindo assim a sinergia criativa e valores das duas marcas.

Victoria Casal couture, a designer que desenvolve as colecções de luxo Hello Kitty by Victoria Couture, transparece a modernidade da mulher Hello Kitty num look elegante e rico, que reforça o espírito que defende nas suas criações para Hello Kitty - “we all need love”.

O desfile contará com a presença de Rita Pereira, embaixadora da Hello Kitty em Portugal, em conjunto com outras célebres convidadas: Lúcia Garcia, Vanessa Oliveira, Orsi Fehér e Cláudia Borges.

A celebração do 35º Aniversário da Hello Kitty é apoiada pela presença de Sandra Anastácio, directora da associação de apoio a crianças Ajuda de Berço - “São apoios como este que permitem à Ajuda de Berço continuar a acolher bebés abandonados. É um orgulho ter uma marca como a Hello Kitty tão reconhecida por tanta gente, a comemorar o seu 35º aniversário e associada às nossas crianças. Bem haja pelo vosso colo!”, comenta Sandra Anastácio.

Os modelos apresentados no desfile estarão disponíveis para leilão a partir do dia 15 de Outubro através do endereço: www.hellokitty.com.pt

quarta-feira, 23 de setembro de 2009

ADIDAS ORIGINALS NA MODALISBOA | ESTORIL

A adidas vai apresentar a colecção adidas Originals Primavera/Verão 2010, pela primeira vez, na ModaLisboa I Estoril Fashion Force’33, e à semelhança das anteriores edições estará presente durante todo o evento através dos uniformes do staff. Esta iniciativa surge no contexto da comemoração do 60º aniversário da marca e terá lugar no dia 10 de Outubro, pelas 16h00, na Cidadela de Cascais.

Mais do que uma apresentação de colecção, a adidas pretende “Celebrar a Originalidade”, com um desfile que transpareça a verdadeira essência da linha adidas Originals e, para isso, conta com o apoio dos seus embaixadores, atletas e jogadores de futebol. Nomes como Andreia Dinis, João Libério, Naide Gomes, Nelson Évora, Nilton, Nuno Gomes, Pedro Miguel Ramos, Rita Pereira, Rui Unas, Telma Monteiro, Yen Sung vão dar vida à nova colecção revelando o verdadeiro espírito da marca.

A colecção adidas Originals para o Verão 2010 assenta em seis vertentes autónomas de carisma de marca - e atitudes que marcam a diferença. A linha Blue (A039) surge como principal novidade e lança o regresso do Nerd como tendência de moda, tendo no filme “Revenge of the Nerds” o grande mote de inspiração; a linha “Women Select” apresenta-se com o corte e fitting inspirados nos estilos encontrados nos arquivos adidas dos anos 80; a OT Tech, muito funcional, baseia-se no estilo met característico de Tóquio e a linha The Original Game presta homenagem ao grande pilar da marca – o futebol e celebra o Mundial 2010. Destaque ainda para o retorno da colaboração com a designer francesa Fafi, inspirada nos diversos festivais de música de todo o mundo.

A colecção adidas está disponível na loja adidas Originals, no Arrábida Shopping e clientes especializados como Big Punch e Be Concept (Lisboa); Calvito (Leiria); adidas Originals Aliados, Icon Experience, In Possible (Porto); Marisa Cruz (Matosinhos); Temas Alternativos (Braga) e sapatarias Prof.

NATIONAL PORTRAIT GALERIE APRESENTA “TWIGGY: A LIFE IN PHOTOGRAPHS”

Mesmo os alheios ao mundo da moda já ouviram falar ou viram alguma fotografia de Twiggy, a primeira top model do mundo, que teve direito a desfile em carro aberto pelas ruas de Nova Iorque e a máscaras, pestanas postiças e bonecas de papel com o seu nome e rosto. Em 1966, Twiggy deu a cara ao mundo para mostrar o verdadeiro rosto da segunda metade da década de 1960. Foi apelidada de "The face of 66" pelo Daily Express e a partir de então conquistou o mundo da moda com os seus louros cabelos curtos, os seus grandes olhos realçados com camadas de rímel e pestanas postiças, e o seu corpo magérrimo, contrário aos padrões de beleza feminina da década anterior (1950).

Nascida em 1949 em Neasden, bairro no norte de Londres, Lesley Hornby (o seu nome verdadeiro) foi descoberta pelo fotógrafo Justin de Villeneuve, quando trabalhava num salão de cabeleireiro. Justin achou-a deslumbrante e resolveu investir nela. O apelido que a lançou para o estrelado vem desse período. Por ser tão magra, Lesley era chamada de "graveto" - twig, em inglês.

Twiggy foi fotografada pelos melhores fotógrafos do mundo, para as mais importantes revistas de moda, como a Elle e a Vogue América. Na 2ª metade da década de 1960, Londres vivia um movimento jovem muito importante, que Diana Vreeland baptizou de “Swinging London”. Artes plásticas, cinema, música, literatura e moda mudavam conceitos e geravam novas formas de expressão. Na moda imperavam as sombras coloridas, as estampagens de efeito óptico, as mini-saias, os cortes de cabelo curtos e geométricos. Twiggy surgiu como a maior e melhor personificação de toda essa agitação.

Para celebrar o 60º aniversário da famosa modelo e actriz, a National Portrait Galerie, em Londres, apresenta, até Março de 2010, a exposição “Twiggy: A Life in Photographs”, que reúne uma selecção das mais icónicas fotografias de Twiggy tiradas por Cecil Beaton, Richard Avedon, Ronald Traeger, Norman Parkinson, Annie Leibovitz e Steven Meisel. A exposição é acompanhada por uma foto biografia da sua vida, que compreende mais de 100 ilustrações, incluindo uma selecção pessoal de fotografias e snapshots feita pela própria Twiggy. Uma cronologia ilustrada marca os momentos altos da sua carreira, incluindo o seu papel no filme de Ken Russell, The Boy Friend (1971), que lhe valeu dois Globos de Ouro, e a sua actuação no musical da Broadway, “My One and Only” (1983-84).

Coincidindo com os seus 60 anos, Twiggy acaba de lançar também o CD “Gotta Sing, Gotta Dance”, com músicas das décadas de 1920, 1930 e 1940, e de protagonizar a campanha publicitária da marca de cosméticos Olay, 25 anos depois de ter trabalhado para a empresa.

terça-feira, 22 de setembro de 2009

CIA. MARÍTIMA PRESENTE PELA SEGUNDA VEZ NA MODALISBOA | ESTORIL

No próximo dia 9 de Outubro, pelas 21h00, a marca brasileira de beachwear Cia. Marítima apresenta-se na ModaLisboa I Estoril pela segunda vez, com a sua colecção Verão 2010.

Inspirada numa viagem pelo mar Mediterrâneo e nas deusas da mitologia grego-romana, a colecção alia o classicismo de Madeleine Vionnet e a irreverência contemporânea de Versace, brindando as mulheres com peças justas e femininas e apostando também na leveza, através de peças fluidas e sensuais. Túnicas, vestidos, saruels e macacos juntam-se aos biquinis e fatos-de-banho, numa paleta de cores variada: turquesa, esmeralda e azul-royal combinados com tons naturais como o coral, o castanho, o branco e o preto, sendo este último o tom chave da estação. Algumas das peças são adornadas por “maxibijoux” e aplicações de metal da criadora Beth Salles.

A Cia. Marítima foi fundada no Brasil a 7 de Junho de 1990. É actualmente a maior empresa do sector de beachwear da América Latina a exportar para a Europa. Pertencente ao Grupo Rosset, o maior fabricante de tecidos com Lycra do Continente Sul-americano, a marca cresce através do know-how que serve de base para o desenvolvimento têxtil dos seus produtos. Com elevada afirmação em Portugal, a Cia. Marítima consolida a sua presença no nosso continente com a participação na ModaLisboa I Estoril Fashion Force’33.

AMAZING CARTIER

Os designers da Cartier têm deslumbrado década após década – desde 1930 à actualidade – com as suas singulares criações.

A colecção da conceituada casa de joalharia francesa inclui uma significativa quantidade de peças figurativas, uma admirável colectânea de jóias em forma de animais como galos, cobras, tigres e anjos-do-mar.

Além da resplandecente fauna e flora, a Cartier criou peças em ouro de uma precisa abstracção, das mais subtis às mais arrojadas, e na segunda metade do século XX desenvolveu um repertório inesgotável de objectos e ornamentos decorativos.

O livro “Amazing Cartier: Jewelery Design since 1937”, editado pela Flammarion, regista em crónica a ascensão da Cartier e ilustra o poder dos estilos constantemente renovados, com base no equilíbrio entre imaginação e know-how, criatividade e experiência. Fotografias de centenas de peças Cartier são complementadas com desenhos de arquivo, assim como fotografias de moda e social. A escritora de moda Nadine Coleno contextualiza as peças histórica e estilisticamente.

“Amazing Cartier: Jewelery Design since 1937” presta tributo aos múltiplos talentos que transformaram o nome de uma dinastia de joalheiros num símbolo de ouro universal do design de joalharia.



CARTIER, UMA HISTÓRIA DE ENGENHO E ARTE

A casa Cartier foi fundada em Paris, em 1847, por Louis-François Cartier (1819-1904). Em 1899, Alfred Cartier, filho do fundador, instalou-se no nº 13 da prestigiosa Rue de la Paix, a rua mais cara de Paris, onde qualquer pessoa elegante podia encontrar tudo o que desejava adquirir. Alfred Cartier confiou a direcção da empresa aos seus três filhos, Louis, Pierre e Jacques. Pierre e Jacques Cartier partiram à conquista do mundo e abriram, alguns anos mais tarde, sucursais em Londres e Nova Iorque. Louis garantiu a continuidade da casa de Paris, onde concentrou todas as suas energias. No virar do século, a Cartier era a mais prestigiada joalharia do mundo, uma das preferidas das casas reais europeias.

Alfred Cartier e os seus três filhos deram um impulso criativo à Cartier, que lhe permitiu perdurar, com engenho e arte, até aos nossos dias.

segunda-feira, 21 de setembro de 2009

TM COLLECTION NA MODALISBOA | ESTORIL

A ModaLisboa I Estoril apresenta Fashion Force’33, uma plataforma colectiva de criação que antecipa as tendências para o Verão 2010.

Serão quatro dias repletos de energia positiva, criatividade e novidade. No dia 8 de Outubro, pelas 21h00, a marca TM Collection sobe pela primeira vez à passerelle da ModaLisboa I Estoril, para apresentar Spirits Speak, uma colecção que reinventa a temática África. Padrões, simbologias, texturas e formas traduzem a genuinidade da cultura Africana num todo harmónico que desperta a alma e evoca os sentidos.

“Corpo e alma acumulam infinitas experiências que, quando identificadas e estimuladas, induzem o processo de criação, recriando uma nova matriz que reflecte a experiência do desconhecido.

Os Espíritos falam através do rumbar dos batuques, do eco das vozes que, ora gritam, ora murmuram e nos falam do Amor, da Vida, da Saudade, do Passado Presente, do Dançar dos Tecidos e Cores emoldurados em corpos de Mulher.

Spirits Speak é a emoção que nos remete à origem da verdade que reside em cada um de nós", afirma Teresa Martins, criadora da TM Collection.

A TORRE DE PAPEL MAIS ALTA DO MUNDO

Se planeia visitar Londres até meados de Outubro, não deixe de passar junto ao South Bank para ver a “Paper Tower”, a torre de papel mais alta do mundo.

Dois dos mais conceituados designers e arquitectos internacionais – Marc Newson e Shigeru Ban – foram convidados pela organização do London Design Festival para criar instalações para a sua iniciativa anual Size + Matter. O objectivo deste projecto é alterar a percepção dos materiais usados no dia-a-dia, através da criação de instalações temporárias originais junto ao Festival Hall, no South Bank. Shigeru Ban desenhou uma imponente torre de 22 metros de altura feita de tubos de papel, e Marc Jacobs uma escultura metálica.

Shigeru Ban é um arquitecto japonês estabelecido em Tóquio e Paris. É especialmente conhecido pelos seus projectos de apoio a desastres, em particular pelas suas habitações baratas feitas de papel e cartão, que podem ser usadas em situações de terramotos. Para o London Design Festival, desenhou a “Paper Tower”, que é actualmente a torre de papel mais alta do mundo. A estrutura é feita com tubos de cartão e articulada por encaixes de metal, um sistema similar em design ao método utilizado pelo arquitecto na construção de uma ponte, uma garagem para barcos e vários pavilhões espalhados pelo mundo.



sexta-feira, 18 de setembro de 2009

MODALISBOA | ESTORIL FASHION FORCE'33 - BRAND NEW(S)

A ModaLisboa I Estoril apresenta: Fashion Force’33. O fim do ciclo da ModaLisboa no Estoril promete ser irreverente, disruptivo e, como sempre, muito fashionable.

Fashion Force’33 apresenta as tendências para o Verão 2010, nos próximos dias 8/9/10/11 de Outubro, em directo do quartel-general da ModaLisboa I Estoril, na Cidadela de Cascais.

Serão quatro dias intensos de imaginação em série, 23 colecções, com 4 desfiles de marcas nacionais e internacionais: TM Collection, dia 8 de Outubro, 21h00; CIA Marítima, dia 9, 21h00; adidas Originals, dia 10, 16h00; Hello Kitty, dia 11, 15h30. Brand new!

As propostas das marcas para o Verão 2010 serão reforçadas por temas e padrões que expõem a ambição da ModaLisboa I Estoril em explorar novos territórios, visões e abrangências.

A TM Collection, marca criada por Teresa Martins em 2003, reinventa em Spirits Speak a temática África, através de uma pesquisa aprofundada sobre cores, padrões e texturas. A colecção é composta por uma paleta de cores quente e tribalista, impressões metálicas e apontamentos em materiais como o plástico, borracha e ráfia. Num todo transmite a energia dos rituais africanos, a sua sabedoria e a sua liberdade.

A Cia. Marítima, marca brasileira de beachwear, propõe uma viagem soalheira pelo Mediterrâneo, através de uma colecção irreverente inspirada no classicismo de Madeleine Vionnet. Objectivo? “Brindar as mulheres” com peças fluidas e sensuais, em tecidos de algodão, Lycra e o novo “nectarina”.

A colecção adidas Originals para o Verão 2010 assenta em seis vertentes autónomas de carisma de marca - e atitudes que marcam a diferença. A designer francesa Fafi promete um desenho exclusivo com sedas e transparências. OT Tech inspira-se no estilo met de Tóquio. Blue vai beber ao cinema juvenil dos anos 80 (Revenge of the Nerds). Vespa reaprecia o Mod numa colecção Premium. Womens Select recupera a linha adidas dos anos 80. E The Original Game será uma celebração do próximo Mundial de Futebol a decorrer na África do Sul.

A presença singular da Hello Kitty nos palcos da ModaLisboa I Estoril coincide com os 35 anos de vida da gata nipónica, escolhendo a marca realizar um desfile de garra com interpretação de vários criadores nacionais. No final as peças serão leiloadas no ebay e as receitas reverterão a favor da Associação Ajuda de Berço.

Fashion Force’33 vai começar.

E temos armas de criação maciça.

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

A SINGLE MAN – UM FILME DE TOM FORD

Tom Ford trocou a passerelle pela passadeira vermelha, ao apresentar o seu primeiro filme no Festival de Cinema de Veneza. “A Single Man” baseia-se no romance homónimo de Christopher Isherwood, publicado em 1964, e tem como protagonistas Julianne Moore e Colin Firth.

“A Single Man” conta a história de um homem após a morte repentina do seu companheiro. O personagem principal, um professor inglês que vive no sul da Califórnia, é interpretada por Colin Firth e Mathew Goode é o namorado que morre num acidente de carro. A acção passa-se no decorrer de um dia comum de Colin Firth, que procura consolo junto da sua melhor amiga, interpretada por Julianne Moore. Eles formam dois dos vértices do triângulo, o terceiro corresponde ao jovem aluno que se enamora pelo professor.

O filme passa-se em 1962, em Los Angeles, durante o auge da crise dos mísseis de Cuba e da iminente ameaça nuclear. Num aparente cumprimento ao seu passado, Tom Ford recria a época com uma atenção meticulosa aos detalhes e estilo.

Acompanhe o novo projecto do designer que revolucionou a casa Gucci. “A Moda é uma arte muito efémera e comercial, isto é pura expressão”, afirmou Tom Ford.

Veja o trailer em baixo.

PORTENT BY NICK KNIGHT

“Portent” é o filme exclusivo criado pelo famoso fotógrafo de moda Nick Knight para a www.thecorner.com, a department store virtual lançada pelo grupo YOOX, que disponibiliza um conjunto de marcas inovadoras seleccionadas nas principais capitais da moda.

Para o lançamento da nova colecção Outono/Inverno 09/10, Nick Knight, criador do site www.showstudio.com, desenvolveu um filme onde podemos ver os looks à venda na e-shop, de marcas tão conceituadas como Maison Martin Margiela, Haider Ackermann, Ann Demeulemeester, Viktor & Rolf, Proenza Schouler, Rick Owens, Hussein Chalayan, Raf Simons, Kris Van Assche e Sophia Kokosalaki, entre outras.

Uma delicada exploração do classicismo romântico através das formas masculina e feminina, com styling de Simon Foxton e Jonathan Kaye, “Portent” usa a moda para exprimir uma história de amor alegórica entre um homem e uma mulher, mostrando simultaneamente o requinte das criações dos mais conceituados designers de moda do mundo.

Veja em baixo.

segunda-feira, 14 de setembro de 2009

AFORESTDESIGN APRESENTA “PROJECTIONS OF STANDING BODIES”

Fiel ao seu objectivo de catalisar sinergias numa plataforma aberta, a Experimenta Design (EXD) volta a acolher um conjunto de projectos independentes cujo conceito e inovação se enquadram no seu tema e esfera de acção. Nesta edição, sob o tema “It’s About Time”, a EXD’09 apresenta um total de 59 Projectos Tangenciais em áreas tão diversas como arquitectura, design de produto, design de comunicação, urbanismo, artes visuais, design interactivo, moda e joalharia. De Setembro a Novembro, os visitantes da nossa capital podem encontrar um Tangencial em cada esquina, já que os projectos são apresentados em diversos locais da cidade: galerias, museus, jardins, hotéis e estações de metro.

Na área da moda, podem, por exemplo, apreciar o projecto “Projections of standing bodies”, da autoria da aforestdesign. Trata-se de um conjunto de acções e instalações em dois espaços e dois modos distintos, o Metropolitano de Lisboa e o Hotel Altis, para reflexão e apresentação de uma colecção de tapetes de Arraiolos da aforestdesign. Inspirado no papel do designer e a sua interacção com a sua cultura, “Projections of standing bodies” trata o tempo como uma ferramenta crucial para qualquer criativo. A mostra está patente ao público até ao dia 8 de Novembro.


“PROJECTIONS OF STANDING BODIES”

Altis Belém Hotel & Spa
Doca do Bom Sucesso - Lisboa
(11h00 > 20h00)
+
Metro Marquês de Pombal
(06h30 > 01h30)

EFEITO D - DESIGN ALIADO À ACÇÃO SOCIAL

A efeito D é uma nova marca de peças de design, diferente de todas as outras. Diferente porquê? Porque se inspira em pessoas diferentes, com Síndrome de Down, e mais do que aceitar essa diferença, valoriza-a.

Síndrome de Down ou Trissomia 21 é um distúrbio causado pela presença de um cromossoma 21 extra no código genético do ser humano. Esta ligeira alteração genética cria pessoas diferentes das outras, assim como uma pequena alteração no código da palavra defeito encontra uma materialização nova, positiva e inspiradora. Defeito torna-se efeito D.

Assumindo o design como ferramenta capaz de reproduzir esta distinção, a efeito D - um projecto da BBDO Portugal, financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian e co-produzido em pro-bono com a Experimenta Design - desafiou designers portugueses e estrangeiros a projectar objectos que incorporassem no seu código genético uma diferença que os tornasse únicos, originais e atractivos para os consumidores.

Além de dar uma maior visibilidade a esta causa, a marca tem como objectivo criar uma fonte de rendimento capaz de financiar as actividades do Centro de Desenvolvimento Infantil DIFERENÇAS, especialmente vocacionado para tratar crianças com Trissomia 21 e todo o tipo de perturbações do desenvolvimento.

O projecto efeito D foi lançado oficialmente no passado sábado, 12 Setembro, no âmbito da Experimenta Design 09, com uma exposição na Fundação Calouste Gulbenkian, onde estão expostas as peças dos designers portugueses convidados - Alexandre Viana; Alves Gonçalves; Fernando Brízio; Henrique Ralheta; Miguel Vieira Baptista; Naulíla Luís; Pedro Silva Dias; Rui Sampaio de Faria – assim como as criações de designers estrangeiros que vêm contribuir para a internacionalização do projecto - Clemens Weisshaar (DE); Ed Annink (NL); Marti Guixé (ES); Martín Azúa (ES); Mats Theselius (SE); Maxim Velčovsky (CZ); Richard Hutten (NL); Robert Stadler (FR); Satyendra Pakhalé (NL); Studio Makkink & Bey (NL); Uwe Fischer (DE). A exposição está patente ao público até ao dia 9 de Outubro, de terça a domingo, das 10h00 às 18h00.

As receitas desta acção revertem 100% a favor do Centro DIFERENÇAS, que acompanha actualmente mais de 9.000 crianças em todo o país e apoia cerca de 1.200 pessoas com Trissomia 21. O projecto arrancará comercialmente em 2010.

Mais informações: info@efeitod.pt

quinta-feira, 10 de setembro de 2009

LIDIJA KOLOVRAT APRESENTA “ROYALTY IS THE BEST POLICY”

Inaugurou ontem no MUDE (Museu do Design e da Moda), em Lisboa, a exposição “Royalty is the Best Policy”, da designer Lidija Kolovrat. A mostra está em exibição até ao final deste mês e é um dos projectos tangenciais da EXD’09.


“Esta introspecção sobre a relação dos portugueses com a liderança, é um questionar do sentimento actual. Neste caso relativamente aos seus reis. Foi dito que os portugueses são um povo que nem se domina nem se deixa dominar. De acordo com o seu signo, Peixe, como a China, é individualista. Por outro lado, na sua procura de fé e paz, aceita liderança e estabelece laços fortes com a religião Cristã.

Liderança e identidade. Quem é que nos impressiona? A falta de introspecção cria sentimentalismo.

A realidade portuguesa sente falta de Realeza? Há uma necessidade intrínseca de a ter presente. A sua herança perdura numa nostalgia que reflecte os valores nobres de tempos passados.

A formalidade como um padrão que se repete e mantém o rigor.

O pêndulo tem um movimento perpétuo. Oscila com o tempo.”

Lidija Kolovrat

O SÉCULO DO JAZZ

O Jazz constitui, juntamente com o cinema e o rock, um dos acontecimentos artísticos mais importantes do século XX. Esta manifestação artístico-musical originária dos Estados Unidos marcou cada aspecto da cultura mundial com os seus sons e ritmos.

Até ao dia 18 de Outubro, o Centro de Cultura Contemporânea de Barcelona (CCCB) apresenta “El segle del Jazz”, uma mostra que une os mundos da música e das artes visuais, evidenciando a influência que o Jazz exerceu na arte do século XX: da pintura à fotografia, do cinema à literatura, do design gráfico aos desenhos animados.

O Jazz surgiu no início do século XX na região de Nova Orleans, como uma música híbrida, baseada em improvisações executadas pelos, então, escravos. Desde o começo do seu desenvolvimento, o Jazz produziu uma grande variedade de sub-géneros, como o Dixieland da década de 1910, o Swing das Big Bands das décadas 1930 e 1940, o Bebop de meados de 1940, o Jazz latino de 1950 e 1960, e o Fusion das décadas de 1970 e 1980. Devido à sua divulgação mundial, o Jazz adaptou-se a muitos estilos musicais, obtendo assim uma grande variedade melódica, harmónica e rítmica.

“El segle del Jazz” apresenta de forma cronológica a relação entre a arte e o jazz, através de milhares de peças, como capas de discos, partituras, fotografias, pinturas, filmes e gravações. Percorre diferentes períodos, como a era do Jazz na América, o Harlem Renaissance ou a era Swing, mostrando também a influência do Jazz na arte catalã.

O público é convidado a ver obras de arte de Picasso, Pollock, Matisse, Basquiat, Man Ray, Andy Warhol, Tàpies, entre outros, enquanto desfruta de peças de Louis Armstrong, Duke Ellington, John Coltrane ou Miles Davis.

Um duplo prazer para os sentidos! Veja o vídeo.

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

“MNEMOSYNE” - A ESSÊNCIA DE DAPHNE

Daphne Guiness é uma das pessoas mais influentes do mundo da moda. Filha de Jonathan Guiness e mulher de um multimilionário grego, herda uma enorme fortuna aos 19 anos e decide embarcar numa busca pela perfeição estética, usando-se a si mesma como suporte. Uma das maiores compradoras de Alta Costura do mundo, Daphne Guiness mantém viva esta arte, sendo capaz de usar os seus vestidos a qualquer hora do dia.

Daphne Guiness foi várias vezes escritora, realizadora, coleccionadora, numa jornada conduzida pela sua intuição e visão criativa. A sua primeira incursão no mundo da criação foi com uma linha de sapatos, que foi vendida na exclusiva loja londrina Dover Street Market e esgotou em meia hora. Agora, Daphne estreia-se como perfumista, criando uma fragrância de edição limitada para a Comme des Garçons, chamada Daphne. Paralelamente, produz um pequeno filme de 3 minutos com o realizador David Parker, intitulado “Mnemosyne”, que ilustra o conceito e essência do seu perfume. “Quis explorar como é que apreendo a fragrância visualmente”, afirma Daphne, que descreve a sua peça como “anti-comercial”, por ser desprovida de quaisquer logos, fotografias de produto ou propósito comercial.

“O perfume está directamente relacionado com a memória”, explica. "É um caminho sensorial, evocando imagens do nosso passado. Tem o poder de nos transportar do sítio onde estamos para um lugar oculto nas profundezas da nossa memória. Quis ilustrar que o perfume pode conduzir-nos numa viagem”. A narrativa é construída em torno da fluidez e dos processos de pensamento que aliam micro associações com macro experiências. "É uma representação dos universos que existem em todas as nossas mentes, o mundo como nós o percebemos e a nossa relação com ele."

“Mnemosyne” foi apresentado pela primeira vez no passado dia 3 de Setembro na Dover Street Market, aquando do lançamento da fragrância. Veja o filme em baixo.

O UNIVERSO YAZBUKEY

Yazbukey, a marca de acessórios preferida de Björk, foi criada pelas irmãs Yaz e Emel, duas princesas turcas descendentes de Mehmet Ali Pasha, rei do Egipto.

Yaz nasceu em Istambul e Emel no Cairo. Depois de viverem em diferentes cidades, decidiram instalar-se em Paris. Yaz estudou Design Industrial e Gráfico, e mais tarde Design de Moda no Studio Berçot. Emel trabalhou durante três estações na Christian Lacroix e posteriormente ingressou também no Studio Berçot. Depois de vários estágios nas casas Martin Margiela, Martine Sitbon e Givenchy, Yaz foi assistente de Jeremy Scott durante duas estações.

Após estas experiências, as duas irmãs decidiram lançar a linha de acessórios Yazbukey, inspirada na Pop Art, em antigos musicais de Vincent Minelli, na música de Gershwin, em contos de La Fontaine e Grimm, e em filmes de Hitchcok e Tim Burton. O resultado é muito divertido, dando a sensação de que se pode usar uma obra de arte pendurada no pescoço.

No vídeo abaixo, Yaz fala um pouco do seu trabalho à TV brasileira TPM.

terça-feira, 8 de setembro de 2009

MODALISBOA | ESTORIL FASHION FORCE'33

A ModaLisboa I Estoril apresenta: Fashion Force’33. O fim do ciclo da ModaLisboa no Estoril promete ser radical, dinâmico e surpreendente. E, como sempre, muito fashionable.

Dias 8, 9, 10 e 11 de Outubro, em directo da Cidadela de Cascais, Fashion Force’33 será um exercício de energia positiva e uma plataforma colectiva de criação, antecipando as colecções essenciais dos grandes designers nacionais para o Verão 2010.

As palavras de ordem da 33ª edição são liberdade, iniciativa e movimento. A inspiração é um manifesto oficial contra a uniformização e massificação do gosto. Uma intervenção rigorosa sobre a moda e os seus modelos - e uma proposta urgente para a alteração dos paradigmas. Porque ninguém estará isolado nesta Nova Ordem global que se vai desfilando, uma ideologia que une o estilo à substância, a música à imagem, o real ao virtual, e uma mensagem que devolve a moda ao mundo.

Fashion Force’33 promete a diferença e o combate à indiferença. Promete a resistência e a resiliência para com os princípios de vitalidade, profissionalismo e coragem que sempre partilhámos com o nosso público. O ciclo da ModaLisboa no Estoril não se desviou nem desvirtuou do seu caminho original, e a incansável dedicação do público enche-nos de orgulho.

Fashion Force’33 vai começar.

E temos armas de criação maciça.

segunda-feira, 7 de setembro de 2009

MANGO LOW COST

A conhecida marca de moda espanhola Mango acaba de lançar um novo conceito nas suas lojas de todo o mundo: THINK UP. Trata-se de uma campanha de moda low cost, que surge como reacção à difícil situação económica que se vive actualmente a nível internacional.

Sob o lema "Special prices for creative living", a Mango oferece às suas clientes uma selecção de mais de 90 peças Think up a preços especiais “para um estilo de vida criativo”. Encontram-se t-shirts por 9€, cardigans por 25€, blusões por 29€, vestidos por 25€, jeans e malas por 19€, e muito mais. As peças pertencente a esta selecção estão identificadas com etiquetas especiais.

Com esta iniciativa, a Mango pretende promover a criatividade e a procura de caminhos alternativos, para que as suas clientes possam continuar a desfrutar da moda e da qualidade com optimismo, sem renunciar ao estilo total look da marca.

Para dar a conhecer esta nova proposta, a Mango lançou o blogue mangothinkup.com, onde se encontra toda a informação sobre os produtos e o conceito Think Up, e onde as clientes podem participar em fóruns sobre temas da actualidade como moda, eventos, lazer, arte, restaurantes, tendências e viagens, tendo sempre como base o conceito Think Up.



MAKING OF: LONGCHAMP

Assista ao making of da campanha Longchamp Outono/Inverno 09/10 e saiba como a Kate Moss, que tem 1.68m, parece ter a mesma altura de Daria Werbowy, que tem 1,81m.

sexta-feira, 4 de setembro de 2009

THE IMAGINARIUM OF DOCTOR PARNASSUS

Enquanto esperamos pela estreia de “Alice in Wonderland” de Tim Burton, podemos saciar o nosso lado lúdico com outro filme de fantasia igualmente promissor: “The Imaginarium of Doctor Parnassus”, escrito e dirigido por Terry Gilliam, com Lily Cole, Christopher Plummer, Johnny Depp, Heath Ledger, Jude Law e Colin Farrell nos principais papéis.

“The Imaginarium of Doctor Parnassus” conta a história de Dr. Parnassus e a sua extraordinária “Imaginarium”, uma companhia de teatro itinerante, que oferece ao público um espectáculo irresistível através de um espelho mágico, que dá ao seu utilizador a oportunidade única de viajar para um mundo fantástico e desconhecido, no qual é possível controlar a imaginação alheia. O poder que Dr. Parnassus possui hoje foi-lhe concedido em tempos remotos através de uma aposta com o diabo, Mr Nick, em como ganharia imortalidade. Vários séculos mais tarde, ao encontrar o seu verdadeiro amor, Dr. Parnassus fez outro acordo com o diabo, trocando a sua imortalidade por juventude, na condição de que quando o seu primeiro filho ou filha fizesse 16 anos passaria a ser propriedade de Mr Nick. A sua filha, Valentina, está agora prestes a atingir essa idade e Dr Parnassus está desesperado por protegê-la da sua iminente fatalidade. Mr Nick chega para cobrar mas, sempre ávido por fazer uma aposta, renegocia o prémio. Valentina será daquele que conseguir seduzir cinco almas primeiro. Recrutando uma série de personagens cómicas e arrojadas na sua jornada, Dr Parnassus promete a mão da sua filha em casamento ao homem que o ajudar a ganhar. Nesta corrida contra o tempo, Dr Parnassus tem de lutar para salvar a sua filha e anular os erros do seu passado de uma vez por todas, ultrapassando uma série de obstáculos surreais.


“The Imaginarium of Doctor Parnassus” estreia a 16 de Outubro. Entretanto, veja o trailer em baixo.

FASHION NIGHT OUT

A chegada da “Fashion Night Out”, o evento global desenvolvido pela Vogue em colaboração com designers, lojas e marcas de moda internacionais, está a criar muitas expectativas em todo o mundo.

Várias edições internacionais da revista Vogue unem-se pela primeira vez nesta iniciativa inédita a nível mundial, que visa celebrar a indústria da moda e animar o espírito dos consumidores dos países que fazem parte do projecto – América, Reino Unido, Alemanha, Grécia, Itália, Rússia, França, Brasil, Índia, Espanha, China e Japão.

A “Fashion Night Out” terá lugar no próximo dia 10 de Setembro. Os armazéns mais emblemáticos e as lojas mais luxuosas de cada uma das cidades participantes, aliar-se-ão para oferecer aos visitantes uma experiência de compra única, que incluirá desfiles, apresentações, venda de produtos especiais e um horário de compras alargado até às 23h, entre outras actividades.

Abaixo a campanha, que conta com "modelos" tão célebres como Oscar de la Renta, Diane Von Furstenberg, Anna Wintour e Carrie Bradshaw.



quinta-feira, 3 de setembro de 2009

C.R.A.F.T JEANS NA FASHION CLINIC

Já conhece a c.r.a.f.t? A c.r.a.f.t é uma marca de jeans que oferece uma nova perspectiva na maneira de vestir, que corresponde à atitude descomprometida das mulheres que a vestem. Mais do que uma marca premium, a c.r.a.f.t orgulha-se do seu passado e história, revelando uma predilecção por tecidos de qualidade e cortes perfeitos, assim como uma especial atenção aos detalhes e um elevado sentido de humor. As iniciais não querem somente dizer que os detalhes são feitos à mão, mas também “Cant, Remember a Fxxxing Thing”, como uma ode à concepção ébria do projecto.

O objectivo da c.r.a.f.t é fazer com que as mulheres fiquem fantásticas. Combinando o índigo artesanal com a alma do rock and roll, a colecção oferece uma série de modelos ultra sexy de jeans e mini saias, numa selecção que varia da ganga rígida ao “stretch”.

Os jeans reflectem uma atitude de marketing e um distintivo design europeu. Com as suas campanhas e imagens “cool”, a c.r.a.f.t conseguiu criar uma legião de fãs em todo o mundo.


E COMO TUDO COMEÇOU?

Um dia, enquanto procuravam conforto e inspiração nas montanhas austríacas, dois experientes designers de marcas de moda opostas esbarraram um com o outro e com o brandy Schnapps. Ainda sob o efeito de um ar alcoolizado montanhês, deram de caras com uma terceira pessoa: uma mulher linda com uma certa onda e um corpo inesquecível, que tocava músicas dos Rolling Stones para os seus companheiros com uma velha guitarra. Na manhã seguinte, tinha desaparecido, e os designers pouco ou de nada se recordavam, apesar de ainda enfeitiçados pela lindíssima personagem com quem se tinham cruzado, e que se revelou o motor de inspiração para a criação de uma linha de jeans para mulheres e raparigas bonitas e com a alma certa, tal como ela, para o Rock! Além da inspiração, encontraram ainda o nome para a marca: “C.r.a.f.t – Can’t Remember A FxxxingThing”.


A c.r.a.f.t está à venda nas lojas FASHION CLINIC:

Fashion Clinic Tivoli Fórum
Avenida da Liberdade, Tivoli Forum loja 2
1250-146 Lisboa
Tel: 21 3549040

Fashion Clinic Boavista
Avenida da Boavista, 4167
4150 Porto
Tel: 22 610 30 59

http://www.fashionclinic.pt/

EXPOSIÇÃO “VERA VALDEZ – O SOL DA MAISON CHANEL”

Gabrielle Coco Chanel abriu a sua primeira loja em Paris em 1913 e rapidamente fidelizou uma clientela fiel e desejosa por se libertar dos opressivos espartilhos. O seu prático sportswear, com várias peças em jersey, tornou-se um enorme sucesso e o seu famoso “little black dress” converteu-se num clássico do vestuário feminino do século XX.

Em 1939, com o início da Segunda Guerra Mundial, Chanel fechou o seu atelier e exilou-se na Suíça, mas após o conflito percebeu que não podia ficar parada a assistir à ascensão de Christian Dior e decidiu regressar. O retorno de Chanel à capital francesa foi venerado por todos e acompanhado de perto por uma modelo brasileira que viria a ter um importante papel no trabalho da criadora. Vera Barreto Leite, conhecida na Europa como Vera Valdez, foi modelo fetiche de Chanel e presença muito forte na vida e nas criações da marca, tanto que por sua influência a cor vermelha foi incluída nas colecções da casa.

Vera mudou-se para a Europa aos 16 anos, partindo para Portugal e depois para Paris. Por intermédio de amigos, conseguiu participar num casting para um desfile de Elsa Schiaparelli, na sequência do qual se tornou a manequim inspiração da criadora. Depois foi para a casa Dior, onde conheceu Yves Saint Laurent, ainda um jovem assistente, e finalmente para a Chanel. A sua parceria com Gabrielle Chanel prolongou-se por vários anos, sempre marcada pelo temperamento forte de ambas, criadora e modelo.

Até ao próximo dia 13 de Setembro, uma exposição inédita mostra a trajectória desta modelo brasileira que foi testemunha dos anos áureos da Moda mundial. A mostra “Vera Valdez – O Sol da Maison Chanel”, com curadoria de Danniel Rangel, está patente ao público na Mansão Figner, no bairro do Flamengo, no Rio de Janeiro, e exibe fotos inéditas do atelier de Coco Chanel, assim como um documentário de 15 minutos mostrando a viagem de regresso de Vera Valdez a Paris em 2009 e o seu reencontro com o mundo da moda.

terça-feira, 1 de setembro de 2009

AFORESTDESIGN NA WHO’S NEXT

A aforestdesign continua a destacar-se a nível internacional, tendo sido novamente seleccionada para estar nas duas áreas dedicadas a novos designers, “Fast” e “Fresh”, do certame Who's Next, que terá lugar em Paris de 3 a 6 de Setembro.

Juntamente com outras 12 marcas “trend-forecasters” provenientes de todo o mundo, a aforestdesign foi escolhida pela equipa especialista da Who's Next através do Who's Next Blog, uma nova plataforma de descoberta de novos talentos. Criado há apenas alguns meses, http://www.whosnextblog.com/ já se tornou um ponto de encontro para designers internacionais de vanguarda.

Além de Paris, a aforestdesign apresentará os seus produtos no Showroom “Tell a Story”, em Atenas e Nicosia, e no Showroom “Kakavaka”, em Osaka.

FLASH FOR FUN!

A marca Diesel continua a “brilhar” e desta vez fá-lo no sentido literal da palavra. “Flash for Fun” é o nome da nova colecção da marca italiana, concebida para aqueles que gostam de se divertir dia e noite, em 24 horas non stop. Jeans e t-shirts que brilham no escuro em conjunto com ténis fluorescentes e lingerie de cores vibrantes são os must-have para a próxima estação fria.

“Flash for Fun” traz uma cultura camaleónica à moda. Um revestimento especial fluorescente concebido para ser luminoso debaixo de luz UV, é aplicado em denim e algodão, possibilitando que as peças “Flash for Fun” sejam discretas durante o dia e revelem detalhes e pontos extremamente brilhantes à noite.

No denim, os grafismos ocultos são visíveis quando expostos ao escuro, graças às luzes UV. Quando escurece, os jeans masculinos ostentam um luminoso dragão oriental nos bolsos de trás, enquanto o modelo skinny de senhora revela um efeito degradée ou um estampado tromp l’oeil de auscultadores localizados em pequenos espelhos. Pespontos e remendos aparecem no denim somente à noite, juntamente com a risca Diesel situada no bolso.

T-shirts e tops revelam slogans irreverentes. Mensagens em ténis de denim escuro movem o ritmo na pista de dança, enquanto cores vibrantes da lingerie se desvendam.

Flash for Fun!

DIESEL STORE PORTO
Avenida da Boavista, 1767-1837, Loja 1-2
Tel: 22 600 97 01

COMME DES GARÇONS PARA CONVERSE

Comme des Garçons revisita neste Outono os míticos Converse Chuck Taylor All Star dos anos 50. O novo modelo “Converse Play Comme des Garçons”, imaginado pela criadora e directora artística da marca nipónica, Rei Kawakubo, é adornado com um coração com dois olhos, assinatura da marca Comme des Garçons Play, e surge em duas versões unissexo, disponíveis nas cores preto e branco. Uma edição limitada de coleccionador será vendida por 100 euros nas lojas Comme des Garçons, em Nova Iorque, Londres, Paris, Seul e Hong Kong e em pontos de venda seleccionados que vendam Comme des Garçons Play, a partir deste mês.