quarta-feira, 26 de junho de 2013

HOMENAGEM A JEAN-LOUIS SCHERRER


O mundo da moda perdeu mais um grande nome. O famoso criador francês de Alta Costura, Jean-Louis Scherrer, faleceu na sua casa em Paris, no passado dia 20 de junho.

Nascido a 19 de fevereiro de 1935, Jean-Louis Scherrer deu os seus primeiros passos como dançarino profissional, mas uma lesão prematura redirecionou o seu talento para a moda. Em 1956, recém-formado pela Chambre Syndicale de la Couture Parisienne, iniciou a sua carreira no atelier Christian Dior, onde aprendeu a técnica da Alta Costura com o inventor do “New Look”. Após a morte de Christian Dior, em 1957, trabalhou sob a direção criativa de Yves Saint Laurent. Em 1962, decidiu lançar-se a solo e criou a sua casa homónima no nº 182 da Rue du Faubourg Saint-Honoré. Apresentou a primeira coleção de vestidos de cocktail em 1963.

O ano de 1971 marcou um ponto de viragem na carreira de Jean-Louis Scherrer: o seu trabalho foi classificado como Alta Costura e o criador realizou o sonho de abrir um novo espaço na 51 Avenue Montaigne. A estampagem de leopardo, os vestidos floridos, a saia lápis, os ombros marcados definiam o seu estilo gráfico, que conquistou imediatamente as grandes divas da década de 1970, como Sophia Loren, Claudia Cardinale, Raquel Welch e Jackie Kennedy.

Doze anos após receber o prestigiado Dedal de Ouro, Jean-Louis Scherrer vendeu a sua empresa, em 1992. Erik Mortensen e posteriormente Stéphane Rolland assumiram a direção artística da casa até 2008, ano em que esta encerrou definitivamente, perante o olhar desolado do seu criador.

No passado dia 20, aos 78 anos e depois de toda uma vida dedicada à beleza feminina, Jean-Louis Scherrer despediu-se da sua querida Cidade Luz.


FOTOS:

1 - Jean-Louis Scherrer com o Dedal de Ouro que recebeu pela sua coleção outono/inverno 1980-1981
© Corbis

2 - Jean-Louis Scherrer no seu desfile primavera/verão 1988 em Paris
© Bertrand Rindoff Petroff / Getty Images

3 – Apresentação da coleção Jean-Louis Scherrer Alta Costura outono/inverno 1981-1982
© Bertrand Rindoff Petroff / Getty Images




Sem comentários: