segunda-feira, 3 de junho de 2013

OBRAS DE PATRICK CAULFIELD E GARY HUME EM EXIBIÇÃO NA TATE BRITAIN


Duas novas exposições inauguram a 5 de junho na galeria Tate Britain, em Londres, dando aos visitantes a oportunidade de apreciar os trabalhos de dois artistas britânicos de diferentes gerações: Patrick Caulfield (1936-2005) e Gary Hume (1962-.).

A exposição de Patrick Caulfield traça o desenvolvimento do estilo artístico do célebre “pintor da vida moderna”, reunindo mais de trinta obras que representam os momentos chave da sua carreira. Patrick Caulfield começou por declinar as pinceladas gestuais em favor de uma técnica menos conhecida utilizada por pintores mais comerciais. Nos anos 1960 as suas pinturas caracterizavam-se por grandes áreas planas de cor e linhas simples. Na década seguinte, o artista começou a combinar diferentes técnicas artísticas, incluindo o trompe l'oeil, para criar pinturas complexas que jogavam com definições de realidade e ficção.

A exposição de Gary Hume explora a amplitude e vitalidade da obra daquele que é considerado um mais célebres pintores britânicos da atualidade, destacando o seu uso inovador da cor, linha e superfície, ao longo dos últimos 20 anos. A mostra reúne cerca de vinte e quatro das suas pinturas e esculturas mais icónicas, tanto abstratas como figurativas. Gary Hume começou a ser aclamado pela crítica no início da década de 1990, pelas suas pinturas de larga escala com grandes planos de cor criados com tinta de alto brilho. Nas décadas seguintes, a sua obra evoluiu para abranger múltiplos temas, desde retratos de amigos e celebridades a imagens retiradas da natureza ou do imaginário de infância, incluindo flores, pássaros e bonecos de neve.

Ambas as exposições permanecerão em exibição na Tate Britain, até 1 de setembro.


FOTOS (da esquerda para a direita):

PATRICK CAULFIELD
1 – "Juan Gris Portrait", 1963
2 – "Cafe Interior: Afternoon", 1973
3 – "Bishops", 2004




GARY HUME
1 – "Angela Merkel", 2011
2 – "Tony Blackburn", 1993
3 – "Tulips", 2009
4 – "The Moon", 2009


Sem comentários: