quinta-feira, 15 de setembro de 2011

RETROSPECTIVA WALTER VAN BEIRENDONCK NO MOMU

O designer belga Walter Van Beirendonck fez parte do ilustre grupo 'Antwerp Six', juntamente com Dries van Noten, Dirk Bikkembergs, Ann Demeulemeester, Marina Yee e Dirk Van Saene. Juntos propagaram uma nova estética e posicionaram Antuérpia no mapa da Moda. Beirendonck construiu uma reputação como fashion outsider, especialmente pelos seus desfiles inesperados na década de 1990, mas também pelas suas criações exuberantes e coloridas. O Museu da Moda de Antuérpia (MoMu) apresenta agora "WLT dreams the world awake", uma grandiosa retrospectiva do trabalho deste artista de criatividade ilimitada, que durante três décadas combinou cultura pop com tecnologia futurista em singulares colecções.

Descrevendo-se como um “contador de histórias”, que concebeu sempre os seus desfiles em conjunto com as suas coleções, e não como uma reflexão tardia, Van Beirendonck aborda questões como a destruição da floresta amazónica, a sida ou o consumo massificado. A exposição do MoMu olha para alguns dos seus maiores êxitos, incluindo os seus desfiles em Paris na década de 1990 sob a marca W.&.L.T. (Wild and Lethal Trash), bem como vários projectos que desenvolveu para além da passerelle, como a criação do guarda-roupa para a digressão PopMart dos U2 em 1997.

Van Beirendonck colaborou com o stylist Simon Foxton e com o fotógrafo Nick Knight para criar um novo projecto de fotografia e vídeo para esta exposição. "WLT dreams the world awake" é acompanhada também por um catálogo de 240 páginas, que revela um designer cujo trabalho pode ser divertido, iconoclasta e inquietante, mas nunca entediante.

Sem comentários: