segunda-feira, 27 de janeiro de 2014

OBRA DE MIKE KELLEY EM EXIBIÇÃO NO MOMA


Até ao próximo dia 2 de fevereiro, o MoMA, em Nova Iorque, dedica uma grandiosa exposição à obra de Mike Kelley (1954–2012). Em exibição estão mais de 200 obras do influente artista americano, desde as suas primeiras peças feitas durante a década de 1970 até às suas últimas criações de 2012.

Nascido em Detroit, Mike Kelley viveu e trabalhou em Los Angeles, desde meados dos anos 1970 até à sua morte trágica em 2012. Descrito como "artista com sensibilidade roqueira" pelo New York Times, Mike Kelley foi um dos fundadores da banda pré-punk “Destroy All Monsters” nos anos 1970. Mais tarde, despontou nas artes visuais, trabalhando com diversos meios - desenho, escultura, música, vídeo, fotografia, pintura - e explorando temas tão distintos como psicanálise, cultura clássica, super-heróis, filosofia e estética kitsch. Os seus enormes animais de peluche, costurados uns aos outros ou deformados, tornaram-se no seu trabalho mais conhecido.

Mike Kelley era visto como um "bad boy" das artes visuais pela sua obra controversa, que foi batizada pelos críticos de "arte abjeta".




FOTOS:

1 - “Deodorized Central Mass with Satellites”, 1991/1999.
© Foto: Joshua White/JWPictures.com.

2 - “John Glenn Memorial Detroit River Reclamation Project”, 2001.
© Foto: Matthew Septimus.

3 - Wayne, MI (US), 1954 - South Pasadena, CA (US), 2012 More Love Hours Than Can Ever Be Repaid and The Wages Of Sin, 1987.
© Foto: Courtesy Mike Kelley Foundation for the Arts.

4 - “Day is Done”, 2005-06.
© Foto: Matthew Septimus.



Sem comentários: