quinta-feira, 22 de maio de 2014

"KATE MOSS: THE ICON" EM MILÃO




Até ao próximo dia 30 de maio, a Biblioteca della Moda, em Milão, presta homenagem a Kate Moss com a apresentação de uma exposição de fotografias que comemora o quadragésimo aniversário da famosa modelo britânica que revolucionou os canones estéticos e o estilo dos anos 1990. "Kate Moss: The Icon" reúne uma série de imagens de fotógrafos que documentaram a carreira e a vida privada de Kate Moss, como Albert Watson, Chris Levine, Ellen von Unwerth, David Ross, Jurgen Ostarhild, Roxanne Lowit e Satoshi Saikusa, entre outros.

Descoberta aos 14 anos por Bettina Rheims, Kate Moss tornou-se a musa de diversos artistas, fotógrafos e designers de moda, e uma das modelos mais icónicas da sua geração. A menina com ar andrógino, cabelo de índio, sorriso genuíno e silhueta esguia fascinou o mundo inteiro. No final da década de 1980, a aura etérea que caracterizava as revistas de moda, com roupa elegante e cenários luxuosos, foi suplantada pela estética grunhe, caraterizada por um estilo despojado e desleixado de vestir. Kate Moss deu inicio a um novo estilo: o “dirty realism”. A imperfeição e o real tornaram-se o novo "cool" dos anos 1990.

A personalidade carismática de Kate Moss inspirou grandes designers de moda como Alexander McQueen e John Galliano, assim como uma série de artistas, incluindo Lucien Freud e Marc Quinn. Hoje, além de modelo, Kate Moss também é uma cantora, designer e musa inspiradora.

Sem comentários: