sexta-feira, 16 de maio de 2014

LANÇAMENTO DO LIVRO “PIRES VIEIRA - A OBRA” NA LOJA ALEXANDRA MOURA MA+S



O artista português Pires Vieira, cujo trabalho inspirou a designer Alexandra Moura para os padrões da sua coleção outono/inverno 14/15, vai lançar este sábado, pelas 17h30, o seu livro “Pires Vieira - A obra”, na loja Alexandra Moura MA+S, ao Príncipe Real.

Trata-se de um livro bilingue (português e inglês) com 375 páginas, das quais 184 profusamente ilustradas com imagens do trabalho do artista de 1969 à atualidade, e com uma antologia de entrevistas e textos da autoria do próprio Pires Vieira. Leonor Nazaré assina o texto de reflexão sobre a globalidade da sua obra.

Pires Vieira nasceu no Porto, em 1950. Estudou na Escola de Belas Artes de Paris e na Faculdade de Vincennes. Expôs individualmente pela primeira vez em 1971 e desde então realizou 40 exposições individuais e participou em 70 mostras coletivas.

No seu trabalho inicial, o artista investiga questões do suporte e da cor e da oscilação entre a pintura e o objeto. Os processos da repetição e variação, da elementaridade do contorno, da caixa pintada são opções aprendidas com o minimalismo, sobre as quais fará múltiplas variantes. A série “Matisse, Rothko, Ad Reinhard” (1975), cujo nome é forte indiciador de referências e direções de pesquisa, foi a escolha de Alexandra Moura para os padrões da sua última coleção.

Durante os anos 80, Pires Vieira dá especial atenção à luz e ao ritmo, conjugando gestos e geometrias e trabalhando a fluidez do pigmento, do carvão, das texturas de diferentes suportes.

Na década seguinte, convoca questões da identidade e alteridade, do disfarce, do fetiche ou do desejo. Realiza inventários e alinhamentos, mas em grandes objetos nos quais escultura, pintura e instalação coexistem. A partir de 1997-1998 há uma outra linha de trabalho em que a assunção de uma vitalidade psíquica conturbada é levada a uma expressão mais extrema.

De 2000 à atualidade, o artista explora de novo as questões da história da pintura, jogando com os modos da ocultação e do voyeurismo, da auto e da hetero citação, da linguagem e da plasticidade, do conceito e da visualidade.



FOTOS (da esquerda para a direita):
1 - Série “Matisse. Rothko, Ad Reinhardt”, 1974
2 - Desenhos da série “Vestiários”, 1995
3 - Série “Calendários”, 1995
4 - 3º, 4º, 5º e 6º Arquivos, 2001

Sem comentários: