terça-feira, 4 de março de 2014

MODALISBOA VISION COM DESIGN EM CORTIÇA

Fruto de uma parceria com a Corticeira Amorim, os desfiles da ModaLisboa - Lisboa Fashion Week serão feitos num piso de cortiça Wicanders, uma matéria-prima natural, confortável, que beneficia a acústica do espaço e de estética diferenciada.

A cortiça surge como elemento principal do projeto de cenografia e design de interiores da ModaLisboa Vision - da responsabilidade dos arquitetos Rita Muralha e Raul Santos - sendo que a sua utilização não se limita ao piso. À semelhança do que foi feito com o Serpentine Gallery Pavilion, o aglomerado de cortiça expandido, que se caracteriza por uma tonalidade escura, aparecerá amplamente utilizado como revestimento de paredes interiores, assim como em formato de mobiliário interior, preparado para este efeito.

Desta forma, diferentes áreas do evento estarão revestidas em cortiça, como a sala de desfiles, a sala Club, a área social, o Wonder Room e o backstage.

De acordo com Eduarda Abbondanza, Presidente da Associação ModaLisboa: “A cortiça é um património nacional, uma indústria muito importante na nossa economia e uma excelente matéria-prima ecológica. Sendo a ModaLisboa uma plataforma de comunicação, e tendo desde sempre como missão a divulgação da produção e design nacional, pretende-se nesta edição associar cortiça à Moda, conferindo-lhe uma multiplicidade de utilizações.”

Para a Corticeira Amorim, há uma clara sintonia entre o perfil da ModaLisboa - Lisboa Fashion Week e o posicionamento da empresa, que a partir de uma matéria-prima nacional e suportada por um investimento significativo em inovação, leva Portugal aos quatro cantos do mundo.

Carlos de Jesus, Diretor de Comunicação e Marketing da Corticeira Amorim, acrescenta ainda que “Depois de ver a cortiça ser utilizada em eventos semelhantes em grandes capitais da moda, era para nós importante uma associação a um palco nacional, que de forma privilegiada colocasse um público tão vasto em contacto com as soluções de cortiça e as suas mais-valias estéticas, de conforto e de sustentabilidade.”

http://www.amorim.com/

Sem comentários: