domingo, 9 de março de 2014

NUNO GAMA


COLEÇÃO OUTONO/INVERNO 14/15

DOWNLOAD PRESS RELEASE >


EM CONVERSA COM NUNO GAMA

Daily ModaLisboa - Ao longo dos anos, o que mais mudou na forma como os portugueses se relacionam com a moda?
Nuno Gama - No meu caso, os meus clientes têm perdido cada vez mais o preconceito de se preocuparem consigo próprios e o homem está cada vez mais ciente da equivalência social do seu papel.

- Na sua opinião, a Moda vê-se, sente-se ou vive-se?
Vive-se de uma forma sentida.

Quais são para si as fontes ilimitadas de inspiração?
A vida!

Existem lugares que potenciam a criação? Quais são os seus “refúgios”?
Música e as viagens.

Qual o maior sonho que gostaria de alcançar a nível profissional?
Ver as bandeirinhas Nuno Gama espalhadas pelo globo inteiro.

O que o inspirou nesta estação e quais as suas propostas para o outono/inverno 14/15?
A coleção, intitulada “Panteão”, homenageia a glória da imortalidade e desafia a capacidade individual de reinvenção do arquétipo da moderna vida portuguesa. Cansados de excessos, a autenticidade está de volta aliada à nova consciência da qualidade global – o luxo está ao rubro como nunca.
A nível do vestuário, regresso absoluto às grandes peças, intrínseco ao poder de compra criando novas inter-relações de lifestyle em permanente metamorfose. Matérias primas nobres com a omnipresença das Caxemiras e da excelência de lãs sofisticadas, contrastado ainda por pelos de aspectos indubitavelmente luxuosos em grande força, desenvolvidas tanto em sofisticados contrastes de mate/brilhante, como no revivalismo dos grandes clássicos, Riscas de Giz e Príncipe de Gales. Perante o cenário de reestruturação procuramos estabilidade nos valores de toda a vida e reencontramos essa capacidade ou a partir da solidez granítica em fabulosos degradês que vão desde o profundo negro aclarado pelo grafite, enlevados desde o cinza mescla ao cinza pedra, até atingirmos o branco neve que nos ilumina, ou de pés bem assentes na terra com a maturidade sofisticada do castanho profundo aos ferrugem Outonais, até à estabilidade sofisticada dos beges madeira, em perfeita simbiose com a Natureza. Estas duas paletas convivem a solo ou em ritmadas conjugações de gradação de tonalidades, em blocos verticais maciços contrastantes que conferem estabilidade e segurança frente à “estação”. As silhuetas mantém-se dinâmicas e vigorosas em contraposição de formas num jogo de equilíbrio entre a segunda pele e a volumetria das peças em harmoniosos contrastes evidenciados pelo reforço de magníficas aplicações de croché sobre ombros alazões urbanos. O homem revitaliza-se e assistimos à construção de novos códigos de formalismo, elegância e etiqueta em que o estilo individual faz toda a diferença.




DESFILE




Sem comentários: