terça-feira, 11 de novembro de 2008

CONVERSE APRESENTA COLECÇÃO MUSIC COLLABORATION

Este Inverno, a Converse continua a comemorar o seu 100º aniversário, com a apresentação de uma colecção de calçado que celebra a sua influência na cultura pop e presta homenagem a grupos e músicos que transformaram a cultura e a música, e marcaram o “status quo”. A colecção intitula-se MUSIC COLLABORATION e é dedicada e desenhada em honra de Black Sabbath; Kurt Cobain; The Doors e The Grateful Dead.



BLACK SABBATH

Mítica banda de Heavy Metal e Hard Rock formada em 1968, em Birmingham, Inglaterra. Graças a este grupo nasceram dois novos estilos: o Doom Metal e o Stoner Metal. É considerada uma das bandas mais influentes da história do Rock, com um Heavy escuro, opressivo, duro e diferente do dos seus contemporâneos. As suas composições, que criavam atmosferas sinistras e satânicas, e os anúncios apocalípticos definiram o Heavy Metal. A colecção “Black Sabbath” reproduz as imagens do álbum “Vol. 4”, assim como o “World Tour 78”, no modelo Jack Purcell V4, feito em couro preto e com o logótipo do grupo em relevo.




KURT COBAIN

Para homenagear o prolífero compositor Kurt Cobain, um dos êxitos mais reactivos do rock, cujas canções continuam a inspirar várias gerações, a Converse apresenta uma colecção de ténis que inclui ilustrações e rabiscos retirados dos seus cadernos pessoais, esboços que mostram as suas esperanças e sonhos e letras de canções tão fascinantes como “Come As You Are”. Kurt Cobain foi frequentemente fotografado a usar ténis Chuck Taylor All Star, Jack Purcell ou One Star. A nova colecção da Converse compreende versões destes três modelos icónicos, com detalhes de desgaste, desfiados e a assinatura de Kurt Cobain bordada no exterior.




THE DOORS

The Doors, o grupo rock formado em Los Angeles (Califórnia) em Julho de 1965 e dissolvido em 1973, foi um dos expoentes máximos da psicadélica dos anos 60. O seu estilo musical baseava-se numa mistura de blues e psicadélico. The Doors, cujo nome provém do livro de Aldous Huxley “The Doors of Perception” (As portas da percepção), foi uma das bandas mais controversas do seu tempo – abriu um caminho para que outros o pudessem seguir – e esta é a filosofia da Converse: "romper o status quo", numa combinação perfeita com a história da marca e o rock. Neste Outono/Inverno, a marca norte-americana pretende ajudar a manter vivo o legado The Doors, com uma colecção de ténis Chuck Taylor desenhados em sua memória. Elaborado a partir de 1975 “Sullivan Show 100 portas", o couro Chuck Taylor mostra um pano de fundo das “100 portas", com uma impressão preta da figura de Jim Morrison. Outra peça chave da colecção é o X-Max Chuck Taylor, em couro cinzento escuro com a assinatura de Jim Morrison.




THE GRATEFUL DEAD

O grupo The Grateful Dead, formado em 1965, estabeleceu as suas próprias normas e redefiniu a música e a experiência de um concerto em directo. Começou como um grupo louco de músicos mas o seu aparente desdém pelo status quo transformou-o na história de sucesso mais duradoura da música e num dos ícones mais influentes da cultura pop dos Estados Unidos. A colecção The Grateful Dead presta homenagem ao legado da banda rock, através da aplicação de detalhes das imagens fortes e do material gráfico que foram e continuam a ser a ela associados. Destacam-se as ilustrações de Alton Kelley e Stanley Mouse, os dois artistas que estiveram na vanguarda do renascimento da arte gráfica, em São Francisco, nas décadas de 1960 e 1970. O material gráfico dos álbuns Skull & Roses e Europe ’72, a imagem do menino do gelado, os ursos bailarinos e o logótipo de The Grateful Dead são também incluídos nesta colecção, que compreende os modelos de ténis Chuck Taylor All Stare e Skidgrip.

1 comentário:

thestilettoeffect disse...

os meus preferidos são os dedicados a kurt cobain