segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

A MAGIA DA POLAROID

Entre 19 de Fevereiro e 31 de Março, o Museu Francisco Tavares de Proença Júnior de Castelo Branco apresenta “A magia da Polaroid – Colecção Raul Cunca”, uma exposição promovida pelo Instituto Politécnico de Castelo Branco - Escola de Artes Aplicadas, que celebra a memória da popularização da fotografia instantânea e do inventor Edwin Herbert Land, fundador da empresa Polaroid Corporation.

Em exibição estarão sessenta dos modelos mais representativos de máquinas fotográficas instantâneas produzidas entre 1948 (ano da produção da primeira máquina instantânea) e 2010 (ano da comercialização da primeira máquina instantânea digital), bem como uma série de documentos da época que ajudam a reconstituir a constituição da Polaroid Corporation e o nascimento do design industrial nos EUA. Os primeiros exemplares expostos foram concebidos pelos mais notáveis pioneiros do design industrial norte-americano, nomeadamente Walter Dorwin Teague, Henry Dreyfuss e Albrecht Goertz. Os últimos modelos são também representativos do design de produto contemporâneo deste país, com projectos liderados pelo inovador gabinete IDEO.

A exposição é acompanhada de um livro que ilustra e documenta a colecção, contextualizando as máquinas fotográficas instantâneas, quer enquanto objectos técnicos inscritos na cultura material, quer pela sua importância como objectos paradigmáticos da história do design.

A exposição “A Magia da Polaroid - Colecção Raul Cunca” representa, assim, o percurso do design industrial norte-americano entre a década de quarenta do século XX e a primeira década do século XXI.


FOTO: Miguel d'Aguiam

Sem comentários: