sábado, 12 de outubro de 2013

DINO ALVES


COLEÇÃO VERÃO 2014

DOWNLOAD PRESS RELEASE >



EM CONVERSA COM DINO ALVES

Daily ModaLisboa - Numa época em que se fala do regresso ao essencial, qual o papel da moda?
Dino Alves - O papel da moda é mostrar que a ostentação nunca foi elegante e agora muito menos. Que a simplicidade do design das peças as torna mais fortes e presentes, revelando melhor o gosto e o estilo de cada um de nós.

Daily ModaLisboa - O que é hoje “estar na moda”?
DA - Hoje e sempre, estar na moda é ter estilo. É ser especial na forma como nos comportamos em relação ao que nos rodeia e isso reflete-se na nossa imagem.

Daily ModaLisboa - Na sua opinião podemos falar em "Identidade da Moda Portuguesa"? Em caso afirmativo, quais as características que marcam a diferença?
DA - Penso que em relação a outros casos, de outros países em que há nitidamente um estilo comum que cria essa identidade a que chamamos por exemplo “escola belga” ou “escola japonesa”, em Portugal isso não acontece tanto. Os criadores são todos um pouco diferentes uns dos outros, embora seja natural que haja inspiração comum na nossa cultura, pois foi aqui que crescemos e nos tornámos criadores.

Daily ModaLisboa - Enumere 3 coisas sem as quais não consegue viver a nível profissional.
DA - Andar na rua e absorver tudo o que vejo, porque me descontrai, me inspira e é um ótimo impulso criativo. Ter sempre muita fruta em casa e no ateliê, porque é ela que em momentos de stress me compensa o descuido alimentar e me dá energia e resistência para criar e produzir. Uma equipa inspiradora e motivadora à minha volta que acredite nas minhas ideias e as faça crescer comigo.

Daily ModaLisboa - Um momento da sua carreira que gostasse de reviver?
DA - Gostava de reviver o momento em que recebi o telefonema de Ana Salazar para colaborar num desfile dela na ModaLisboa e a seguir o convite da própria ModaLisboa para participar em meu nome próprio e assim me tornar um criador. Quando fiz a primeira apresentação de moda achava que seria um caso meramente pontual, como artista, que a seguir poderia ser uma exposição ou um vídeo ou outra forma qualquer de expressão. A sensação de repararem e valorizarem o meu trabalho foi muito boa e por isso tento repeti-la cada vez que crio um desfile.

Daily ModaLisboa - Fale-nos um pouco da nova coleção verão 2014. O que o inspirou e quais as suas propostas para a próxima estação quente?
DA - A coleção chama-se 2D e partiu de uma inspiração que contraria os tempos que correm e a sofisticação tecnológica do 3D. As peças partem de uma base a duas dimensões e são desenvolvidas a partir daí. Por essa razão a maior parte das peças parecem planificadas, reduzidas a quadrados ou retângulos que, cobrindo e tapando o corpo, se transformam em peças de roupa, enriquecidas com elementos gráficos - seja pela cor, seja pelos fechos de cores diferentes ou ainda barras de cores e padrões - que lhes atribuem um certo ar futurista, embora seja um futuro como o víamos no passado.



DESFILE



© ARQUIVO MODALISBOA / FOTOGRAFIA RUI VASCO




Sem comentários: