quinta-feira, 24 de maio de 2012

MUDE CELEBRA 3º ANIVERSÁRIO



O MUDE - Museu do Design e da Moda, em Lisboa, celebra este mês o seu terceiro aniversário, com a apresentação de duas grandes exposições: “Clássicos do Moderno – Peças da Fundação Calouste Gulbenkian” e “Tesouros da Feira da Ladra – a beleza do design anónimo”.

“Clássicos do Moderno – Peças da Fundação Calouste Gulbenkian” - em exibição no piso 1 até 2 de setembro - reúne um conjunto de peças essenciais para a compreensão do pensamento moderno e da história do design, que depois de integrarem a abertura do Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em 1983, chegam agora ao MUDE. São clássicos do design, ícones do movimento moderno, universalmente reconhecidos por espelharem o seu projeto, ética e pedagogia. Peças de Le Corbusier, Mies van der Rohe, Gerrit Rietveld, Bauhaus e Alvar Aalto que traduzem uma nova conceção de espaço e arquitetura, e revelam a estética racionalista que marcou as primeiras décadas do século XX.

“Tesouros da Feira da Ladra – a beleza do design anónimo” - patente no piso 2 até 30 de setembro - apresenta cerca de 250 artefatos da coleção David Usborne, acervo constituído na Feira da Ladra e em outros mercados de rua, que testemunha o gosto ancestral pelo colecionismo e a forma como o Homem procurou sempre uma unidade entre beleza e funcionalidade. Em exibição estão artefatos tão diversos como pinças e braçadeiras, rotativas, facas, instrumentos agrícolas ou utensílios de cirurgia, reunidos em nove grandes categorias, que correspondem às principais ações e necessidades do Homem, como bater, agarrar, cortar, moldar, espalhar, proteger...

Duas exposições a visitar!


MUDE – Museu do Design e da Moda
Coleção Francisco Capelo
Rua Augusta, 24 . Lisboa

Sem comentários: