sexta-feira, 30 de julho de 2010

A DIESEL TORNA-SE MAIS ESTÚPIDA

Na estação passada, a Diesel desafiou todos a serem estúpidos com uma série de imagens provocantes e uma mensagem poderosa: Ser estúpido trata-se de ter coragem, deixar ir, criar coisas, atirar tudo ao ar e ver onde vai cair. Mesmo aqueles que não concordam com a filosofia foram obrigados a reconhecer a sua força.

Depois de estabelecer várias definições de Stupid na primeira campanha, agora a Diesel explica exactamente por que faz sentido ser estúpido, incitando todos a abraçar a ideia. A nova campanha publicitária Outono/Inverno 2010/2011 mostra onde a estupidez nos pode levar e reforça que uma vez passada a fronteira, não há como voltar atrás. “Antes de Be Stupid, a vida era cinza. Com Be Stupid, a vida é um caleidoscópio fluorescente de alegria”.

A Diesel declara que a estupidez permite transformar o medo ao experimentá-lo, permite lutar por um ideal, encontrar a força na fraqueza, abrir a porta para a aventura. Por que deveria ser estúpido? A Diesel responde: “Vai ser mais criativo”. “Vai importar-se menos”. “Vai ter mais sexo”…

Por detrás da campanha estão a equipa criativa da Diesel e quatro fotógrafos emergentes: Chris Brook, Magnus Unhar e Kristin Vicari - o fotógrafo Inglês que trabalhou na primeira campanha – e a talentosa australiana de apenas 18 anos: Nirrimi.

E a Diesel proclama: Viva a estupidez!

www.diesel.com


Sem comentários: