terça-feira, 21 de maio de 2013

A HISTÓRIA DO AZUL POR MICHEL PASTOUREAU




Grande especialista da simbólica das cores e da heráldica, historiador e medievalista, Prémio Médicis para ensaio em 2010, Michel Pastoureau estará em Lisboa no próximo dia 14 de junho para falar sobre a História do Azul, numa conferência a que deu o título de “Histoire d’Une Couleur: Le Bleu en Europe de L’Antiquité au XXIème Siècle”, a ter lugar no auditório do Institut français du Portugal, às 19h00. Michel Pastoureau falará sobre a história da cor azul nas sociedades ocidentais ao longo dos tempos até à sua instalação triunfal na época contemporânea, abordando também os seus significados e a sua aplicação e interrogando-se sobre o seu futuro.

Conhecido e reconhecido internacionalmente, Michel Pastoureau é diretor de estudos da École Pratique des Hautes Études, ocupando a cátedra de História da Simbólica Ocidental, desde 1983. Eleito desde 2006 correspondente da Académie des inscriptions et belles-lettres, é também membro da Academia Internacional de Heráldica e Presidente da Société française d’héraldique et de sigillographie.

Tem várias dezenas de livros publicados, entre eles: “L’étoffe du diable: Une histoire des Rayures et des Tissus Rayes” (Seuil,1991), no qual se descobrem os significados das “riscas” ao longo da história antes de marcarem a moda contemporânea; “Rayures” (1994); “Bleu. Histoire d’une couleur” (2000); “Une histoire symbolique du Moyen Âge ocidental” (2004); “L’ours. Histoire d’un roi déchu” (2007); “Dictionnaire des couleurs de notre temps” (Bonneton, Paris, 1992); “Le Petit Livre des couleurs” (éditions Panama, 2005).

Depois de “Les Couleurs de notre Temps” e “Les Couleurs de nos souvenirs”, onde mostra qual a importância das cores, a sua dimensão cultural e o lugar que ocupam nas sociedades contemporâneas, Michel Pastoureau publicou um catálogo de 350 fotografias, sob o título “Couleurs”, dando início a uma abordagem diferente da cor, através da imagem. Dividido em 6 partes: branco, vermelho, preto, verde, azul e amarelo. A cada cor correspondem cerca de 50 fotografias, que evocam os seus valores e significados.

A Lisboa, Michel Pastoureau vem apresentar o Azul, numa conferência imperdível para os amantes da cor. A entrada é livre.


“HISTOIRE D’UNE COULEUR: LE BLEU EN EUROPE DE L’ANTIQUITÉ AU XXIÈME SIÈCLE”
Institut français du Portugal | 14 de junho | 19h00
Com tradução de Ana Lemos

Sem comentários: