domingo, 14 de março de 2010

WHITE TENT | LAB

Evgenia Tabakova e Pedro Noronha-Feio formam o colectivo de design White Tent. De origem Russa e Portuguesa, licenciaram-se em Central Saint Martin´s e no London College of Fashion, respectivamente. Realizaram vários estágios e trabalharam para designers como Alexander McQueen, Lidija Kolovrat, Globe e Matthew Williamson.

Em Abril de 2007, apresentaram a primeira colecção de Outono/Inverno 07/08 no evento Circuit Portugal. Integram o calendário da ModaLisboa desde Outubro de 2007.

COLECÇÃO INVERNO 2011




EM CONVERSA COM PEDRO NORONHA-FEIO

ModaLisboa - O que pensa ser fundamental na formação de um designer de moda?
Pedro Noronha Feio - É a abertura e a capacidade de analisar a informação que o rodeia abertamente. Conseguir olhar para o abstracto e conseguir no seu percurso, no seu dia-a-dia, desenvolver mecanismos para absorver o máximo de exemplos possível, desde que, obviamente, obedeça a uma determinada estética. Mas acima de tudo aprender a não se cingir, estar aberto a experimentar. Depois, muita pesquisa. O resto aprende-se, estudando. Estas são as bases de um criador, é o que vai fazer com que desenvolva, evolua e enriqueça.

ML - Como é que as suas próprias experiências afectam o seu trabalho como designer?
PNF - Tudo aquilo que eu vejo e faço, fica retido. O meio onde nos movemos tem uma influência muito grande no nosso trabalho. Hoje em dia, com a internet e as viagens baratas, temos muito mais acesso à informação e a informação é muito mais globalizada. Vamos retendo toda a informação e isso reflecte-se a nível das colecções, das cores, das proporções, dos temas. Os livros que lemos, as músicas que ouvimos, tudo isso influencia muito o nosso trabalho e é isso que torna um designer único ou vai caracterizando um designer. Quando vivi em Inglaterra, a minha visão das coisas alterava-se, porque quando se está num pólo de informação muito grande somos bombardeados por mais informação e isso enriquece-nos muito. Em Lisboa, a informação é outra, mas tudo influencia.

ML - O que privilegia numa colecção:
- O processo criativo ou o produto final?

PNF - O processo criativo, porque acho que é a base de qualquer produto, quer este seja minimalista ou maximalista. O percurso até lá chegar é que faz esse produto e nós só conseguimos enriquecer e tomar decisões com base nesse percurso. Posso ter uma ideia pré-concebida e tenho um produto, mas se passar por um processo criativo o produto vai ser muito mais completo, mais rico e original.

- Padrão ou Forma?
PNF – Forma.

- Cor ou Textura?
PNF – Textura.

- Verão ou Inverno?
PNF – Ambos. Gostamos muito de trabalhar tanto o Inverno como o Verão, mas é diferente.

ML – Fale-nos um pouco da colecção que vão apresentar hoje.
PNF - A White Tent teve sempre como linha condutora a geometria e esta colecção é uma exploração acentuada disso. É uma colecção de assimetrias, que teve como base de desenvolvimento o contorno das peças e a sua produção.



DESFILE



2 comentários:

Anónimo disse...

Colecção fantástica! Mereciam ter estado na passerele principal.

Miss Pu disse...

completamemente, não poderia estar mais de acordo... esta dupla é qualquer coisa :)

congrats!