sexta-feira, 12 de março de 2010

ANA SALAZAR

Nasceu em Lisboa, onde continua a viver. Inicia a sua carreira na Moda na década de 70, introduzindo um novo conceito de vestir para Portugal, sendo considerada pela imprensa (nacional e internacional) como pioneira da Moda “Made in Portugal”.

Detém 3 pontos de venda próprios, em Portugal, para além de estar representada em lojas multimarcas, por todo o país.

Desde 1989 desenvolve uma linha de perfumes, em regime de licença. A partir de 91 desenha ANA SALAZAR CERÂMICA, uma linha de azulejos para interiores. Para além da criação de peças para lojas de museus nacionais e de ter projectado as togas do ISCTE, participou em várias exposições temáticas, em Portugal e no estrangeiro, designadamente:“La Mode au Xème Siècle (Musée du Louvre, Paris, e Museu do Traje, Lisboa); “Traje-Um objecto de Arte” (F. Gulbenkian, Lisboa); “Moda e Design de Objectos” (Europalia, Bruxelas); “Variations Gitanes” (Musée du Louvre, Paris) ; “Histoire de Mode d’hier et d’aujourdui” (Musée des Arts de la Mode, Paris).

Ler Mais >



COLECÇÃO INVERNO 2011

DOWNLOAD PRESS RELEASE >


EM CONVERSA COM ANA SALAZAR

ModaLisboa - O que pensa ser fundamental na formação de um designer de moda?
Ana Salazar - O talento, a intuição, e um aspecto muito importante que é ser visionário. Para além disso, muita perseverança, acreditar muito em nós próprios e muito muito trabalho.

ML - Como é que as suas próprias experiências afectam o seu trabalho como designer?
AS - As minhas experiências têm servido sempre para eu tentar melhorar e ir muito mais longe. Para tentar procurar sempre algo de novo e pensar que não fiz nada e que tenho ainda muito para fazer.

ML - O que privilegia numa colecção:
- O processo criativo ou o produto final?

AS - Eu penso que é um todo, na realidade. O processo criativo é muito interessante e depois passa por tantas fases. Quando começamos a pensar e a desenhar uma colecção, concebemos uma coisa e por vezes acabamos por fazer outra completamente diferente. Isto porque há materiais que depois têm um tipo de comportamento diferente do foi pensado para eles e tem de ser completamente alterado. Aliás, acho que a parte mais importante é a modelagem e o draping. A peça acabada é a peça acabada.

- Padrão ou Forma?
AS - Forma, apesar de considerar que o padrão faz muito falta num guarda-roupa.

- Cor ou Textura?
AS – Ambas.

- Verão ou Inverno?
AS – Gosto muito da estação do Inverno, porque permite muito mais a utilização de materiais extraordinários e porque as formas podem ser muito mais fortes e imponentes. Já para não falar na possibilidade das sobreposições, é a estação onde nos vestimos mais.

ML - Quais são as suas propostas para o Inverno 2011?
AS - Esta colecção surgiu da ideia de explorar o excesso de uma época decadente - o barroco. Trabalhámos em termos de formas, cores e até algum wool printing que evoca imagens de vitrais e pinturas antigas. A colecção traz tudo isso, visto e corrigido por Ana Salazar.



DESFILE



1 comentário:

Anónimo disse...

...que bonito !
Aliás,como sempre.